Carregando...

Tensão muscular: o que é, sintomas e como aliviar

A tensão muscular é uma condição comum que pode afetar pessoas de todas as idades e estilos de vida. Ela pode surgir após um longo dia de trabalho, uma sessão intensa de exercícios ou até mesmo como resultado de estresse e ansiedade. 

Apesar de ser uma reação natural do corpo, a tensão muscular pode causar desconforto e limitar a mobilidade, afetando a qualidade de vida. 

Neste artigo, vamos explorar o que é tensão muscular, identificar seus principais sintomas e oferecer dicas eficazes para aliviar essa condição. Leia mais para entender.

O que é e quais são os sintomas de tensão muscular?

A tensão muscular é a rigidez ou contração dos músculos. Ela ocorre quando as fibras musculares permanecem em um estado de contração por um período prolongado. Isso pode resultar de vários fatores, incluindo prática de exercícios físicos e estresse.

Os sintomas da tensão muscular podem variar em intensidade e localização, mas geralmente incluem:

  • dor muscular em uma área específica ou espalhada por várias partes do corpo;
  • sensação de rigidez nos músculos, dificultando o movimento;
  • contrações involuntárias e dolorosas dos músculos;
  • sensibilidade ao toque ou pressão sobre os músculos afetados;
  • cãibras musculares frequentes, especialmente após atividade física;
  • redução na amplitude de movimento dos músculos afetados.

Causas comuns de tensão muscular

O que causa tensão muscular pode envolver uma variedade de fatores. Eles podem ser físicos, emocionais ou até mesmo relacionados ao estilo de vida. Algumas das causas mais comuns são:

  1. tensão muscular por ansiedade e estresse: o estresse emocional ou psicológico pode causar a contração involuntária dos músculos. Situações de pressão frequentemente resultam em tensão muscular, especialmente nas regiões do pescoço, ombros e costas.
  2. postura inadequada: a postura incorreta pode forçar os músculos a trabalhar mais para manter o corpo equilibrado. Isso acaba resultando em fadiga e rigidez.
  3. atividade física: exercícios intensos, movimentos repetitivos e falta de aquecimento ou alongamento adequado antes e depois da atividade física podem causar tensão muscular. 
  4. lesões: traumas diretos, como contusões ou distensões musculares, podem levar à tensão muscular.
  5. desidratação: a falta de hidratação adequada e desequilíbrios nos níveis de eletrólitos, como sódio, potássio e magnésio, podem afetar a função muscular, levando a cãibras e tensão muscular.
  6. maus hábitos: estilos de vida sedentários, falta de atividade física regular, e hábitos como fumar e consumo excessivo de álcool podem contribuir para a rigidez e fraqueza muscular.

O que fazer para aliviar e tratar a tensão muscular?

O tratamento para tensão muscular envolve uma combinação de cuidados imediatos, mudanças de hábitos e tratamentos específicos. Algumas estratégias eficazes de como aliviar tensão muscular são:

  • descanso e recuperação: permita que os músculos descansem e se recuperem. Também evite atividades que possam agravar a tensão;
  • aplicação de calor e frio: aplicar gelo ou compressas frias nos músculos tensos nas primeiras 24-48 horas pode ajudar a reduzir a inflamação e a dor. Após o período inicial, o uso de compressas quentes ou um banho quente pode relaxar os músculos e aumentar a circulação sanguínea na área afetada;
  • alongamento: realizar exercícios de alongamento suave para os músculos afetados pode ajudar a reduzir a rigidez e melhorar a flexibilidade. Práticas como yoga e pilates podem ajudar a corrigir a postura;
  • massagem: uma massagem pode ajudar a relaxar os músculos tensos, melhorar a circulação e aliviar a dor;
  • atividade física regular: incorporar exercícios de fortalecimento muscular na rotina pode ajudar a prevenir a tensão muscular a longo prazo;
  • gestão do estresse: praticar técnicas de relaxamento, como meditação, respiração profunda e mindfulness, pode ser uma boa forma de como aliviar o estresse e reduzir a tensão muscular;
  • medicamentos e terapias complementares: algum remédio para tensão muscular, como analgésicos e anti-inflamatórios podem ajudar a aliviar a dor e a inflamação. Além disso, acupuntura, quiropraxia e fisioterapia podem ser opções eficazes, dependendo da causa e da gravidade.

Aproveite e veja também

Importância da hidratação e nutrição na prevenção da tensão muscular

Manter-se bem hidratado e ter uma alimentação balanceada são fundamentais para a saúde muscular e a prevenção da tensão muscular. A hidratação adequada e a ingestão de nutrientes essenciais, como magnésio e potássio, desempenham um papel crucial na função e na recuperação muscular.

A água é vital para quase todos os processos do corpo, incluindo a função muscular. A desidratação pode levar a cãibras e fadiga. 

A hidratação adequada ajuda a transportar nutrientes para as células musculares, regula a temperatura corporal durante a atividade física, lubrifica as articulações e elimina toxinas do corpo, prevenindo inflamações e dor muscular.

Uma dieta rica em nutrientes é essencial para a saúde muscular. O magnésio, por exemplo, é fundamental para a função muscular e nervosa. Segundo pesquisas, ele pode ajudar a relaxar os músculos e a prevenir cãibras. 

Outros estudos ainda exploram a sua capacidade de aliviar dores em geral, o que pode ser positivo para quem sofre com a tensão muscular. Fontes de magnésio incluem espinafre, amêndoas, sementes de abóbora, abacate, bananas e chocolate amargo. 

Suplementos de magnésio quelato, que tem um nível superior de absorção em relação às formas não queladas, também podem ser indicados.

Outros nutrientes importantes para a manutenção muscular são o potássio, o cálcio, o sódio e as proteínas. Por isso, manter uma dieta equilibrada é essencial.

Melhora da microbiota intestinal

Quando procurar ajuda profissional

Embora muitas vezes seja possível aliviar a tensão muscular emocional ou física com cuidados domiciliares e mudanças de estilo de vida, há situações em que é importante procurar ajuda profissional. 

Aqui estão alguns sinais e condições que indicam a necessidade de consultar um médico ou um especialista:

  • dor persistente, intensa ou incapacitante;
  • inchaço e vermelhidão;
  • fraqueza muscular;
  • espasmos musculares frequentes;
  • sensação de dormência ou formigamento;
  • histórico de lesões;
  • mudanças na postura ou mobilidade;
  • condições médicas preexistentes, como artrite, fibromialgia ou outras doenças crônicas;
  • falta de melhora com tratamento domiciliar.

Consultar um médico ao perceber sintomas de tensão muscular emocional ou física pode ajudar a diagnosticar corretamente a causa da tensão muscular e desenvolver um plano de tratamento eficaz, que pode incluir terapias físicas, medicamentos, ou outros métodos de intervenção. 

Não hesite em buscar ajuda profissional quando necessário para garantir a saúde e o bem-estar muscular!

Texto escrito por Thais Montin:
Jornalista formada pela Unisinos e estudante de psicologia na Rogue College. Trabalha com comunicação digital desde 2013, escrevendo sobre saúde, bem-estar, moda e muito mais.

 

Revisado por Rafaela Galvão:
Nutricionista graduada pela Unisul (CRN-10: 11807) e publicitária graduada pela ESPM-SUL. Desenvolve projetos de comunicação e produção de conteúdo para a área da saúde desde 2016.

Você ganhou um super presente!

Olá, tudo bem? Seja bem-vindo(a) ao nosso oceano de superalimentos.

Você recebeu o convite de um amigo(a) para nutrir o seu corpo com os melhores ativos dos oceanos e da Terra.

Por isso, você ganhou R$50,00 de desconto no seu primeiro pedido.

Basta escolher os seus produtos e ver o seu desconto na etapa de pagamento. Qualquer dúvida fale com a nossa equipe através do chat.