Carregando...
14%
OFF

SPIRULINA

R$94,00 R$79,90
240 de 400mg
Produto
para 2 meses
QUANTIDADE
- +
Menos de R$1,33/dia.
COMPRE COM SEGURANÇA

SPIRULINA

R$94,00 R$79,90
Menos de R$1,33/dia.
Modo de uso Consumir 4 ao dia

MAIS NUTRIÇÃO PARA VOCÊ

Spirulina, também chamada de poderosa alga-azul, é ideal para quem busca mais nutrição no dia a dia. Esse superalimento é 100% natural e já recebeu o título de ‘O Melhor Alimento para o Futuro’ pela Organização Mundial da Saúde devido sua riqueza nutricional extremamente abundante, que fornece uma grande diversidade de benefícios à saúde.

UM SUPERALIMENTO PARA UMA VIDA MAIS SAUDÁVEL

A Spirulina da Ocean Drop tem extremo controle de qualidade e origem da Província de Hainan. É considerada um complemento alimentar que auxilia a suprir as necessidades nutricionais do organismo e ainda apresenta propriedades funcionais.

Porção de 10g
Quantidade por porção % VD
Proteína 6,35g -
Carboidratos 1,61g -
Lipídeos Totais 0,08g -
Fibras 0,07g -
Minerais 0,06g -
Vitamina B3 2,20mg 13,8%
Vitamina B7 2,20mcg 1,6%
Vitamina B12 0,60mcg 250%
Ferro 12,30mg 87,9%
Magnésio 30,52mg 11,7%
Carotenóides totais 45,10mg -
Iodo 16,80mcg 12,7%

Restrições alimentares

SEM INTERAÇÃO COM MEDICAMENTOS

Nossos produtos são alimentos de qualidade nutricional avançada e não possuem nenhuma relação/interação com fármacos ou formulações com princípio ativo.

NÃO RECOMENDADO PARA ALÉRGICOS A FRUTOS DO MAR E FENILCETONÚRICOS

Assim como outros alimentos de origem ligadas ao mar, como peixes e crustáceos, as microalgas podem causar reações alérgicas. Fenilcetonúricos também devem evitar o consumo.

GESTANTES, NUTRIZES E CRIANÇAS

Orienta-se que gestantes ou mamães queamamentam procurem o acompanhamento de um profissional da saúde. O mesmo é válido para crianças com idade inferior a 12 anos.

Benefícios
SPIRULINA

A Spirulina fornece alto teor de aminoácidos essenciais, gorduras essenciais, vitaminas (B3, B7 e B12), minerais (ferro, magnésio e iodo) e compostos bioativos. Ainda, a ficocianina e os carotenoides são dois pigmentos presentes na cianobactéria com grande poder antioxidante.

.01

Um estudo relatou que a Spirulina ajudou a reduzir de forma significativa os triglicerídeos (um tipo de gordura no qual não é recomendada estar elevada no organismo, pois pode predispor doenças cardiovasculares) e o estresse oxidativo (que causa o envelhecimento das células). Ela também aumentou os níveis de adiponectina, importante para o controle do açúcar no sangue.

.02

Resultados de outro estudo demonstraram que a suplementação diária com 3 g de Spirulina, por 5 dias, ocasionou melhora no rendimento físico dos consumidores e, após 8 semanas, melhora no rendimento mental. /p>

.03

Achados científicos relataram que o potencial antioxidante e de fortalecimento da imunidade da Spirulina podem servir como um possível mecanismo de proteção contra o câncer, atuando como preventivos.

.04

O uso de Spirulina 500 mg, 4 vezes ao dia, por 12 semanas, associado a uma dieta com restrição calórica, auxiliou na manutenção da perda de peso e dos níveis de triglicerídeos em pacientes obesos. Além disso, reduziu de forma significativa o apetite. 4,5

Estudos
científicos

Entenda porque buscamos o melhor pata criar nosos suplementos

1. Níveis de colesterol e açucar

A randomized study to establish the effects of spirulina in type 2 diabetes mellitus patients

veja mais

2. Rendimento físico

A randomized, double blind, placebo controlled study of spirulina supplementation on indices of mental and physical fatigue in men

veja mais

3. Imunidade

Spirulina in Clinical Practice: Evidence-Based Human Applications

veja mais

4. Apetite

Spirulina platensis effectively ameliorates anthropometric measurements and obesity-related metabolic disorders in obese or overweight healthy individuals: A randomized controlled trial

veja mais

O que é Spirulina?

A preocupação com a saúde da população está cada vez maior, porém, a quantidade de tarefas que somos “obrigados” a desempenhar em um único dia também cresce a cada tempo que passa! Trabalho, estudo, esporte, família, amigos… A lista é grande! Então, como conciliar tudo isso com uma vida mais saudável? A prática de atividades físicas e uma dieta balanceada são os alicerces de uma vida saudável. No entanto, parte da resposta para a pergunta acima pode estar também na Spirulina. A Spirulina é um microrganismo chamado por muito tempo de microalga, mas que recentemente foi classificada como uma cianobactéria de cor verde-azulada. Ela foi eleita pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como “O Melhor Alimento para o Futuro”, pois é capaz de oferecer uma nutrição completa de maneira simples e até ajudar a combater a desnutrição mundial. Inclusive, a NASA a tem como um excelente alimento compacto para viagens espaciais, pois uma pequena quantidade pode fornecer uma ampla gama de nutrientes.

Conheça mais sobre a Spirulina

A Spirulina é uma cianobactéria que possui características muito similares às primeiras formas de vida que habitaram o planeta há 3,5 bilhões de anos. Ela está presente na alimentação humana há mais de dois mil anos, com diversos relatos de consumo por povos asiáticos, incas, africanos e europeus. Esse cenário chamou a atenção dos mais conceituados centros de pesquisa do Mundo, como a National Aeronautics and Space Administration (NASA), que desenvolveu estudos para compreender os benefícios. Nesses estudos, foi descoberto que a Spirulina é um superalimento, classificada assim, devido ao seu perfil de nutrientes e fitonutrientes ser mais potente do que a maioria dos alimentos. Por possuir na composição proteína de fácil absorção, aminoácidos, minerais, vitaminas, óleos essenciais e antioxidantes, é uma forte aliada para quem está em busca de uma alimentação completa e saudável. Outro destaque da Spirulina é a sua alta digestibilidade no organismo humano. Na prática, o corpo tem a capacidade de absorver até 95% dos nutrientes disponíveis na cianobactéria!

Spirulina: Para que serve?

As propriedades dessa cianobactéria fazem com que ela sirva para o nosso organismo como fonte de proteína e como um auxílio na recuperação muscular, aumento da imunidade, prevenção de diversas doenças e, ainda, no processo de emagrecimento. A seguir listamos os 12 principais benefícios da Spirulina:

Nutrição completa

Sem dúvidas, a característica mais atrativa da Spirulina é a diversidade de nutrientes na composição. De acordo com a ciência, mais de 50 nutrientes já foram encontrados em seu conteúdo nutricional! Toda essa riqueza é muito bem aproveitada pelo corpo, uma vez que são bem absorvidos e cada grupo de nutrientes atua especificamente para manter o bom funcionamento de determinada parte do organismo. A Spirulina também pode ser uma importante aliada para quem deseja mudar os hábitos alimentares! Veja sua composição abaixo em 100 g do superalimento:

Energia

Rica em minerais, a alga é considerada uma boa fonte de ferro, o principal mineral participante do processo de transporte de oxigênio. Você sabe realmente tudo o que ele faz pelo seu corpo? O ferro auxilia na produção das células vermelhas do sangue — que transportam as hemoglobinas , no armazenamento de oxigênio pelos tecidos e também na formação de enzimas da respiração celular. Considerando que o cérebro consome 20% do oxigênio do nosso sangue, a manutenção do nível de ferro é vital para a nossa saúde. Afinal, um corpo sem ferro é um corpo sem energia! Portanto, ele e todos os outros nutrientes presentes na Spirulina podem auxiliar diretamente no controle e produção de energia, podendo fornecer aquele fôlego extra para encarar o dia. Um estudo realizado em homens relatou um aumento significativo no rendimento do exercício após a suplementação de 3 g de Spirulina ao dia pelo período de uma semana. Se você está precisando de mais energia no seu dia a dia e está em busca de uma fonte natural, a Spirulina pode ser a solução para você. Confira o depoimento de uma consumidora:

Contém proteína natural na composição

Muitas pessoas estão em busca de fontes naturais de proteína por diferentes motivos:
menor densidade calórica;
restrição no consumo de proteínas animais (vegetarianos e veganos);
mais saúde.
Se você pertence a um desses grupos, a Spirulina pode ser uma importante aliada em sua dieta. Em 10 g de Spirulina há, em média,6,35 g de proteína (cerca de 60 a 70% do conteúdo). Para você ter a real noção do poder dela, veja a comparação:
carne vermelha e de peixes (15-25%);
soja (35%);
leite em pó (35%);
amendoim (25%);
ovos (12%);
grãos (8-14%);
leite integral (3%).
Outro ponto importante é o baixo valor calórico da Spirulina (10 gramas = 36 calorias).

Envelhecimento e doenças neurodegenerativas

Provavelmente você já leu ou ouviu falar sobre os radicais livres, não é mesmo? São moléculas levemente instáveis, produzidas pelas células do nosso corpo durante a queima do oxigênio. Em tese, suas funções são transformar os nutrientes dos alimentos em energia. Resumidamente, em quantidades normais, eles desempenham um papel importante no metabolismo. Porém, hábitos ruins do dia a dia, como má alimentação, tabagismo, alcoolismo ou até mesmo a exposição à radiação solar e poluição aumentam de forma significativa os radicais livres. Em excesso, eles podem atacar as células sadias e desencadear uma série de danos às estruturas do corpo. Esse ataque pode resultar no envelhecimento precoce, desenvolvimento de doenças inflamatórias crônicas, como diabetes, e até doenças degenerativas, como Parkinson, Alzheimer e câncer. Para prevenir os efeitos dos radicais livres, é recomendado praticar atividades físicas, assim como manter uma alimentação balanceada e hábitos saudáveis de maneira geral. O consumo de alimentos antioxidantes também é indicado para ajudar a neutralizar os efeitos dessas substâncias. Outro estudo sobre a eficácia clínica da alga-azul, realizado na Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto, constatou melhora nas condições de pele após a suplementação.

Sistema imunológico

O sistema imunológico é composto pela união entre órgãos, tecidos, proteínas e células que atuam em conjunto para evitar a proliferação de microrganismos e toxinas.Muitos motivos são apontados como responsáveis pelo enfraquecimento do sistema imunológico, mas o fato é que isso deixa você suscetível ao desenvolvimento de doenças. Entre os principais estão:
estresse;
sedentarismo;
alcoolismo;
privação de sono;
excesso de consumo de açúcar.
Tratando-se de alimentação, alguns compostos possuem a capacidade de ajudar a promover o bom funcionamento do sistema imunológico. Um estudo que avaliou a suplementação diária de Spirulina, observou melhora significativa no sistema imune de pacientes com HIV, pois as células CD4 aumentaram e a carga viral diminuiu após 6 meses. A vitamina E é um dos principais componentes da alga. Ela age na estimulação da produção de células de defesa e também de zinco — essencial para o bom funcionamento das chamadas “células T” — responsáveis pela identificação de invasores em nosso organismo. Outra vantagem é a variedade e concentração de aminoácidos da Spirulina: são pelo menos 18, incluindo os aminoácidos essenciais – aqueles que precisamos ingerir por meio da dieta. Eles são fundamentais para a construção de novas células em nosso corpo, incluindo as do sistema imunológico.

Cuidado de dentro para fora

Você sabia que a Spirulina possui grande quantidade de betacaroteno? Esse microrganismo consegue acumular até dez vezes mais betacaroteno do que a cenoura! O betacaroteno age como antioxidante em nossa pele, nos protegendo da ação dos raios ultravioletas e preservando o colágeno, que é responsável pela elasticidade, tonicidade e brilho da pele. Se você deseja manter o bronzeamento, o betacaroteno é uma boa escolha, pois é convertido em vitamina A, que promove a formação da melanina — um pigmento que dá a cor ao bronze e protege a pele. Além disso, a Spirulina também é ótima e oferece benefícios específicos para quem é atleta ou faz atividades físicas com muita frequência. Um estudo controlado por placebo e realizado com 9 homens moderadamente treinados, constatou que o tempo de fadiga após uma corrida de 2 horas foi significativamente maior nos pacientes com suplementação de Spirulina.

Diabetes

Um estudo realizado na Coreia com pacientes diabéticos, que receberam Spirulina por 12 semanas, observou uma redução dos valores plasmáticos de triglicerídeos e de marcadores de estresse oxidativo.

Atividade Hepatoprotetora

Uma pesquisa realizada com homens que consumiram Spirulina por seis meses, demonstrou redução significativa dos níveis de enzimas utilizadas como marcadores da saúde hepática em pacientes com esteatose hepática não alcoólica. Demonstrando assim, o efeito benéfico da Spirulina na saúde do fígado.

Doenças respiratórias

O consumo de Spirulina melhorou significativamente sintomas, como secreção e congestão nasal, espirros e coceira em pacientes com rinite alérgica. Os autores relataram que a Spirulina é eficaz na rinite alérgica quando comparada ao placebo, mas mais estudos devem ser realizados para esclarecer os mecanismos.

Doenças cardiovasculares

Em um estudo com humanos publicado no Journal of Medicinal Food, a ingestão de Spirulina diminuiu a pressão arterial e as concentrações de triglicerídeos e LDL-colesterol, considerado o colesterol ruim.

Perda de peso

O uso de Spirulina por 12 semanas auxiliou na manutenção da perda de peso e dos triglicerídeos em pacientes obesos e com sobrepeso. Também reduziu o apetite, conforme evidenciado por um ensaio clínico.

Spirulina Emagrece? Saiba agora!

Como você viu, a spirulina é um alimento de qualidade nutricional impressionante. Agora vamos explicar como ela pode auxiliar no processo de emagrecimento de forma saudável. O consumo comercial de spirulina ganhou força nos Estados Unidos na década de 80, quando foi publicado o livro Doctor’s Praise: A Safe Diet Pill—You’ll Never Go Hungry (Elogio do médico: Uma pílula dietética segura – Você não sentirá fome), que relatou a capacidade da spirulina para emagrecer por inibir o apetite. A partir disso, a spirulina virou febre no país e passou pela revisão das mais rigorosas instituições americanas, como o FDA (Food and Drug Administration). Desde então, a spirulina vem sendo estudada como agente de emagrecimento saudável, que pode ser de modo direto e indireto. Vamos entender melhor então:

Saciedade

A spirulina pode auxiliar no processo de emagrecimento estimulando a sensação de saciedade. Consequentemente, ela reduz a vontade de comer quantidades excessivas de alimentos. Isso se deve à elevação dos níveis de aminoácidos no sangue, principalmente a fenilalanina, que estimulam a produção do hormônio colecistocinina, que atua no intestino e propicia a sensação de saciedade.

Aumento de volume no estômago

A spirulina, quando ingerida, absorve água e aumenta de volume no estômago, o que reduz a vontade de comer. Para obtenção desse efeito é recomendada a ingestão de, ao menos, duas cápsulas de spirulina, 30 minutos antes da refeição.

Teor de proteínas

Devido ao seu elevado teor de proteínas, a ingestão de spirulina antes das refeições ajuda e retarda a digestão, fazendo com que se sinta com menos fome também.

Ácido gama linoleico

Outro ponto que demonstra que a spirulina emagrece vem da ação do ácido gama linoleico. Ele age na redução do tamanho das células que armazenam gordura (os adipócitos), em especial da região abdominal, ideal para quem deseja perder “aquela barriguinha”.

Diminui o desejo por doces

O desejo de comer doce, que atrapalha muita gente no período da dieta, também pode ser melhorado com uso da spirulina. Isso acontece pelo mineral magnésio, existente no microrganismo, que transforma o triptofano em serotonina, responsável pela sensação de bem-estar; a falta de serotonina aumenta a vontade de comer doces.

Spirulina: Como tomar?

Agora que já conhece mais sobre a Spirulina e para que serve, é hora de descobrir como consumí-la. Ela pode ser encontrada na forma de tablets, cápsulas ou pó. O consumo em cápsulas é considerado o mais prático e de fácil ingestão, pois a cápsula ajuda a inibir o odor característico da Spirulina que pode ser um problema para algumas pessoas. De forma geral, a dose diária recomendada é de 2 gramas (4 cápsulas), mas vale ressaltar a importância de consultar um profissional especializado para avaliar as necessidades do indivíduo e indicar a dose correta. É importante saber que o consumo com água ajuda na absorção máxima dos nutrientes e, por isso, é recomendado sempre tomar junto com um copo de água. Geralmente, a Spirulina deve ser ingerida meia hora antes das duas principais refeições do dia. Você também pode utilizar a sua criatividade e abrir as cápsulas para enriquecer os seus alimentos e bebidas do dia a dia, como sucos, batidas, iogurtes, molhos e massas em geral.

Contraindicações

A Spirulina é contraindicada para mulheres grávidas ou que estão amamentando sem prescrição médica por conter iodo e, assim, poder interferir no funcionamento da tireoide. Também é contraindicada para crianças menores de 11 anos sem recomendação de um profissional de saúde, visto que as crianças têm um sistema hormonal e gastrointestinal em desenvolvimento e ainda frágil. Por conter o aminoácido fenilalanina na composição, a Spirulina é contraindicada para pessoas com fenilcetonúria, uma doença genética que impossibilita a metabolização dessa substância. As pessoas que sofrem de hipertireoidismo também não devem tomar o superalimento, já que o iodo que ela contém pode afetar a eficácia da medicação e comprometer o funcionamento dessa glândula. Pessoas que são alérgicas a frutos do mar devem ter cuidado, visto que também podem ser alérgicas à Spirulina. Quem tem alergia ao iodo também não deve consumir. Outras contraindicações estão relacionadas com doenças autoimunes, pois como a Spirulina estimula o aumento da atividade imunitária, pode agravar os sintomas desse tipo de doença.

Referências

Spirulina platensis effectively ameliorates anthropometric measurements and obesity-related metabolic disorders in obese or overweight healthy individuals: A randomized controlled trial
A randomized double-blind, placebo-controlled study to establish the effects of spirulina in elderly Koreans
Evaluation of chemoprevention of oral cancer with Spirulina fusiformis
Research Article Open AccessClinical Efficacy of Dermocosmetic Formulations Containing Spirulina Extract on Young and Mature Skin: Effects on the Skin Hydrolipidic Barrier and Structural Properties
Impact of daily supplementation of Spirulina platensis on the immune system of naïve HIV-1 patients in Cameroon: a 12-months single blind, randomized, multicenter trial
A randomized study to establish the effects of spirulina in type 2 diabetes mellitus patients
The hepatoprotective and hypolipidemic effects of Spirulina ( Arthrospira platensis) supplementation in a Cretan population with non-alcoholic fatty liver disease: a prospective pilot study
The effects of spirulina on allergic rhinitis
Effects of dietary Spirulina on vascular reactivity
Amino acids stimulate cholecystokinin release through the Ca2+-sensing receptor
Propriedades de saúde de Spirulina spp
Clinical Efficacy of Dermocosmetic Formulations Containing Spirulina Extract on Young and Mature Skin: Effects on the Skin Hydrolipidic Barrier and Structural Properties
A randomized double-blind, placebo-controlled study to establish the effects of spirulina in elderly Koreans
A randomized, double blind, placebo controlled study of spirulina supplementation on indices of mental and physical fatigue in men
Nutritional and Toxicological Aspects of Spirulina

FAQ

Perguntas Frequentes

Quais os benefícios da Spirulina?

O consumo da cianobactéria Spirulina pode auxiliar para:

  • Complementar a nutrição do corpo;
  • Aumentar a capacidade antioxidante do organismo e, assim, o combate a ação dos radicais livres;
  • Diminuir processos inflamatórios;
  • Combater a fadiga mental e física;
  • Fortalecer a imunidade;
  • Prevenir e tratar a anemia;
  • Melhorar a qualidade da pele;
  • Emagrecer;
  • Regular a pressão arterial.

Qual a quantidade de Spirulina para se tomar ao dia?

De maneira geral, a dose diária de Spirulina deve ser de 2 gramas (4 cápsulas/tablets). Entretanto, é indicado procurar aconselhamento de um profissional de saúde especializado para avaliar as necessidades individuais e indicar a quantidade adequada.

Pode tomar Spirulina em jejum?

O melhor horário para consumir Spirulina é meia hora antes das duas principais refeições do dia, como café da manhã e almoço. É importante saber que o consumo também deve ser fracionado e realizado junto com um copo de água, preferencialmente.

Pode tomar Spirulina antes de dormir?

O ideal é consumir Spirulina cerca de 30 minutos antes das duas principais refeições do dia. No entanto, não existe um momento específico para o consumo, é possível distribuí-lo nos horários que fizerem mais sentido na rotina.

Spirulina auxilia no emagrecimento?

O uso de Spirulina por 12 semanas auxiliou na manutenção da perda de peso e dos níveis de triglicerídeos em pacientes obesos e com sobrepeso. Também reduziu o apetite, podendo ser uma estratégia para contribuir com o aumento de saciedade, conforme evidenciado por um ensaio clínico.

A Spirulina pode auxiliar no fortalecimento do sistema imunológico?

Sim. Estudos científicos já relataram que a cianobactéria possui potencial antioxidante e de fortalecimento da imunidade.

Diabéticos podem tomar Spirulina?

Sim. Inclusive, um estudo relatou que a Spirulina aumentou os níveis de adiponectina, importante para o controle do açúcar no sangue. Também auxiliou nas variáveis ​​inflamatórias e capacidade antioxidante em pacientes com diabetes tipo 2.

Qual a contraindicação da Spirulina?

Gestantes, lactantes e crianças menores de 11 anos não devem consumir Spirulina sem recomendação de um profissional de saúde. A Spirulina também é contraindicada para pessoas com fenilcetonúria, já que contém o aminoácido fenilalanina. Assim como outros alimentos de origem ligadas ao mar, incluindo peixes e crustáceos, é importante ressaltar que a Spirulina pode causar reações alérgicas. Pessoas que sofrem de hipertireoidismo não devem tomar o superalimento, pois o iodo presente na composição pode afetar a eficácia da medicação e comprometer o funcionamento da tireoide. Alérgicos ao iodo também não devem consumir. Outras contraindicações estão relacionadas às doenças autoimunes, pois, como a Spirulina estimula o aumento da atividade imunitária, pode agravar os sintomas desse tipo de doença. Nossos produtos são alimentos de qualidade nutricional avançada e não possuem nenhuma relação/interação com fármacos ou formulações com princípio ativo.

Como tomar Spirulina?

Existem 3 formas de tomar Spirulina - cápsulas, tablets e pó - e o modo de consumo irá variar de acordo com cada tipo. A Ocean Drop oferece a versão de Spirulina em cápsulas e tablets, sendo essa avaliada como a mais fácil e prática pelos consumidores, já que é necessário apenas um copo de água tomar. As cápsulas ainda ajudam a inibir o odor característico da Spirulina, que pode ser um problema para algumas pessoas. Você também pode utilizar a sua criatividade e abrir as unidades para complementar nutricionalmente os seus alimentos e bebidas, como vitaminas, sucos, panquecas e outras receitas.

Qual a composição da Spirulina da Ocean Drop?

Cápsulas
A parte externa é composta por: uma cápsula de gelatina de HPMC, um derivado da celulose. As cápsulas Vcaps® são vegetarianas e atendem às necessidades de uma grande variedade de consumidores preocupados com a saúde. Recebem certificação KO, Kosher ou Halal e, ainda, são certificadas pela Vegetarian and Vegan Action Society.
A parte interna é composta por:
400 mg de Spirulina;
20 mg QSP (mineral talco).

Tablets
400 mg de Spirulina, sendo 100% de compostos pela biomassa da cianobactéria.

TEM muita GENTE curtindo A drop

Nosso usuários não cansam de encher nossos corações de alegrias e não querem guardar isso pra sí mas gritar aos quatros cantos. É muito amor

deixe seu comentário

Formulário de Avaliação

Nosso usuários não cansam de encher nossos corações de alegrias e não querem guardar isso pra sí mas gritar aos quatros cantos. É muito amor