Carregando...

Magnésio dimalato para idosos: benefícios e como tomar

O envelhecimento acontece para todos, mas varia na forma como ocorre e como alcançamos essa fase, porque cada processo de envelhecimento é único.
Nesse cenário, envelhecer com saúde e qualidade de vida é um objetivo comum. Para isso, é importante se cuidar em todas as fases, pois nossas escolhas do presente constroem a vida futura.

Uma das melhores maneiras de cuidar da saúde é através da alimentação. Na velhice, é essencial garantir que nosso corpo receba os nutrientes de que necessita. Dentre os nutrientes necessários está o magnésio dimalato para idosos.

O que é magnésio e qual sua importância para idosos?

O magnésio é um mineral essencial à vida, pois participa mais de 300 atividades do organismo e desempenha um papel importante na prevenção e no tratamento de diversas doenças. Portanto, é necessário consumir magnésio regularmente para a manutenção da nossa saúde e para evitar a deficiência desse nutriente. No decorrer do envelhecimento, o organismo começa a enfrentar dificuldades de manter os níveis saudáveis de magnésio, isso ocorre por alguns fatores.

O primeiro é o baixo consumo, visto que, nessa fase da vida, há a redução do apetite, o que dificulta o aporte necessário de magnésio via alimentação. Outro fator de risco para a deficiência de magnésio para idosos é a má absorção intestinal. Nessa idade, a digestão e a absorção dos nutrientes pelo trato gastrointestinal também está reduzida.

Por fim, é comum que os idosos desenvolvam doenças com o tempo e precisem fazer uso de medicamentos, que também podem interferir na absorção e aumentar a perda de magnésio.

Porque usar magnésio dimalato para idosos?

Diante do cenário em que os idosos necessitam de bons aportes de magnésio para a saúde, porém encontram diversos fatores de risco para a carência desse nutriente, uma ótima forma de garantir a ingestão adequada é através da suplementação de magnésio. 

Dentre os suplementos de magnésio existentes, o magnésio dimalato para idosos é comumente indicado. Existem diversas formas de manipular o magnésio para suplementar, como quelato, aspartato, inositol, entre outras. Porém, atualmente, o magnésio dimalato para idosos tem sido o mais utilizado, pois sua fórmula química apresenta Magnésio junto a um composto orgânico chamado Ácido Málico, que garante muito mais biodisponibilidade ao suplemento. 

Ou seja, o magnésio dimalato estará muito mais disponível no intestino para ser absorvido, o que é muito importante devido às condições intestinais nessa fase da vida.

Benefícios do magnésio dimalato para idosos

Acompanhe aqui alguns dos vários benefícios do uso de magnésio dimalato para idosos:

1. Auxilia no controle glicêmico

O uso do magnésio dimalato para idosos ajuda no controle da glicemia, que é a taxa de açúcar circulante no sangue, muito afetada por portadores de resistência à insulina e diabetes mellitus.

De acordo com um estudo, o magnésio desempenha um papel crucial no metabolismo da glicose, contribuindo para melhorar a sensibilidade à insulina. Ele ainda traz que baixos níveis de magnésio estão associados à diabetes mellitus tipo 2, sugerindo maior aporte desse nutriente aos portadores dessa doença.

2. Auxilia no tratamento de Hipertensão

A pressão alta é uma das principais causas de doenças cardiovasculares e pode contribuir para a aparição de diversas outras comorbidades. Dentre as inúmeras causas, tais como sedentarismo, excesso de peso e idade avançada, a baixa ingestão de magnésio está associada ao desenvolvimento de hipertensão, segundo um estudo.

Ademais, um estudo aponta que a suplementação do magnésio apresenta ótimos efeitos na redução e controle da pressão arterial. Fato corroborado por outro estudo realizado em 2018, o qual trouxe que a suplementação de magnésio auxiliou no controle da hipertensão.

3. Ajuda a melhorar a saúde cardiovascular

As doenças cardiovasculares fazem parte das maiores causas de óbito entre os idosos, representando cerca de 40% dos casos de mortalidade nessa faixa etária. O uso do magnésio dimalato para idosos contribui para a prevenção desse cenário. Isso ocorre porque o magnésio tem a capacidade de auxiliar na integridade da parede e do tônus dos vasos sanguíneos, aumentando a vasodilatação e melhorando o fluxo sanguíneo, como relata um estudo.

Outro artigo publicado enfatiza as atribuições do magnésio, como sua ação antiinflamatória, anti-hipertensiva e anticoagulante, benéficas para a prevenção e tratamento de doenças cardiovasculares.

4. Atua na saúde óssea

Osteoporose e osteopenia são doenças ósseas comumente encontradas na população idosa. Com o passar do tempo, redução do consumo alimentar e perda de massa muscular, é normal que haja um desgaste ósseo.

O uso de magnésio dimalato para idosos conservarem a massa óssea é muito importante! O magnésio está bastante concentrado nos ossos, sendo a sua deficiência bastante negativa para a manutenção da densidade e saúde óssea.

Um estudo de revisão analisou 28 estudos e concluiu que valores baixos de magnésio estão relacionados com a presença de osteoporose, menor densidade mineral óssea e maior risco de fratura, o que é bastante prejudicial nessa faixa etária. 

Neste mesmo estudo, a suplementação do magnésio trouxe benefícios tanto em termos de densidade mineral óssea como de risco de fratura.

5. Ajuda a dormir melhor

Outro problema bastante comum enfrentado nessa idade é a insônia. O magnésio atua na formação da melatonina, conhecida pelo seu papel fundamental na indução do sono. Nesse cenário, o uso de suplemento de magnésio dimalato para idosos tem como objetivo auxiliar nas noites de sono.

O estudo "Coronary Artery Risk Development in Young Adults" (CARDIA), realizado com 3.964 participantes, associou a ingestão adequada de magnésio à melhora na qualidade do sono e menor probabilidade de dormir pouco (menos de 7 horas). 

Outra revisão sistemática evidenciou a eficácia e segurança da suplementação de magnésio para idosos com insônia, apoiando o uso da suplementação para melhora da qualidade do sono.

Aproveite e veja também

Sintoma de deficiência de magnésio nos idosos

Os principais sintomas presentes na deficiência de magnésio nos idosos incluem:

  • insônia;
  • tremor;
  • espasmos musculares;
  • fraqueza e cãibras nas pernas;
  • dores de cabeça;
  • batimentos cardíacos irregulares;
  • redução do apetite.

Como tomar suplemento de magnésio para idosos?

A utilização de suplemento para idoso com magnésio dimalato deve ser feita de acordo com orientação médica ou nutricional. O profissional da saúde irá prescrever a formulação e dosagem ideal para cada caso. Para garantir maior absorção, é indicado que o consumo seja feito junto às principais refeições, como almoço e jantar. 

Em resumo, o magnésio dimalato pode ser uma opção benéfica para idosos, ajudando a apoiar a saúde geral e fornecendo os benefícios do magnésio de forma eficaz. Priorizar a saúde em todas as fases da vida é essencial para viver uma vida plena e ativa.

Referências

Artigo escrito por Joana Mazzochi, formada em Administração Empresarial pela UDESC e em Nutrição pela UNIVALI (CRN-10/10934). Além de produzir conteúdo sobre nutrição e saúde, atende pacientes que desejam melhorar a relação com a alimentação.

Conteúdo revisado por Rafaela Galvão, graduada em Publicidade e Propaganda pela ESPM-SUL e também em Nutrição pela UNISUL. Desde 2016 trabalha em projetos de comunicação direcionados para a área da saúde.

Você ganhou um super presente!

Olá, tudo bem? Seja bem-vindo(a) ao nosso oceano de superalimentos.

Você recebeu o convite de um amigo(a) para nutrir o seu corpo com os melhores ativos dos oceanos e da Terra.

Por isso, você ganhou R$50,00 de desconto no seu primeiro pedido.

Basta escolher os seus produtos e ver o seu desconto na etapa de pagamento. Qualquer dúvida fale com a nossa equipe através do chat.