Carregando...

Conheça os benefícios da vitamina B6 para ansiedade

Quando a ansiedade ultrapassa certos limites e se torna patológica, ela paralisa em vez de motivar. Diante do aumento evidente nos casos de transtorno de ansiedade generalizada, diversos tratamentos estão sendo estudados. Entre esses tratamentos estão abordagens nutricionais e suplementares, como o uso de vitamina B6 para a ansiedade. 

Descubra a seguir se o uso de vitamina b6 é bom para ansiedade e o que a ciência diz.

O que é vitamina B6?

A vitamina B6, também conhecida como piridoxina, é uma vitamina do complexo B, presente em maior proporção nos alimentos de origem animal, como carnes, peixes, leite e ovos, porém também encontrada em nozes, banana, aveia e batata.

Capaz de atuar em mais de 100 reações do organismo, a vitamina b6 é bastante conhecida por desempenhar um importante papel no metabolismo de aminoácidos, que são as pequenas partes formadoras das proteínas. *

A vitamina B6 também atua na conversão de triptofano em niacina, um composto importante para o metabolismo energético e reparação do DNA. *

Ela ainda participa da multiplicação de todas as células e da produção das hemácias (glóbulos vermelhos) e das células do sistema imunológico. Além de ter importante influência no sistema nervoso, através de seus efeitos sobre neurotransmissores. *

Relação entre vitamina B6 e saúde mental

A vitamina B6 desempenha um papel crucial na regulação da saúde mental devido à sua importância na produção de neurotransmissores que influenciam o humor. * 

Ela é fundamental para a síntese de ácido gama-aminobutírico (GABA), um neurotransmissor que modula a atividade de vários outros neurotransmissores, incluindo serotonina, dopamina e noradrenalina, que são importantes reguladores de sensação de prazer, relaxamento e bem estar. *

Uma das causas de diversos transtornos mentais, como depressão e ansiedade generalizada, está associada ao desequilíbrio de neurotransmissores. Isso explica por que carências nutricionais, incluindo a falta de vitamina B6, podem ser fatores de risco para o desenvolvimento dessas doenças. *

Foi o que um estudo revelou sobre a deficiência de nutrientes, como as vitaminas do complexo B, vitamina D, magnésio e os ácidos graxos ômega 3 e 6, serem capazes de interferir negativamente em processos essenciais do sistema nervoso central. 

Essa deficiência pode, inclusive, contribuir para o desenvolvimento de condições fisiopatológicas associadas à ansiedade e à depressão.

Benefícios da vitamina B6 para ansiedade

Os estudos sobre os benefícios da vitamina B6 para a ansiedade têm apresentado resultados promissores. Veja a seguir:

A literatura científica mostra que a deficiência de vitamina B6 pode estar associada a sintomas intensos no período de tensão pré-menstrual (TPM), tais como distúrbios de humor e ansiedade, possivelmente devido ao seu papel na eliminação do excesso de estrogênio e na elevação dos níveis de serotonina e dopamina.

O uso da vitamina B6 em combinação com outros compostos, como o magnésio, demonstrou aumentar a eficácia do tratamento dos sintomas da TPM, especialmente aqueles relacionados a distúrbios do humor, como ansiedade e irritabilidade, segundo os estudos *.

Além das variações hormonais da TPM, a vitamina B6 também desempenha um papel importante na saúde mental em condições como depressão e ansiedade. Um estudo sugere que a baixa ingestão de alimentos ricos em nutrientes pode levar a baixos níveis de zinco, vitamina B6, vitamina B12, e aminoácidos essenciais, promovendo alterações significativas na saúde intestinal e na produção de neurotransmissores, contribuindo para disfunções mentais como ansiedade.

Mais um artigo ainda destaca que deficiências de vitaminas do complexo B, como a vitamina B6, estão associadas a um baixo bem-estar psiquiátrico, pois a vitamina B6, juntamente com as vitaminas B9 e B12, participa do metabolismo da homocisteína, e a deficiência desses nutrientes resulta em níveis elevados de homocisteína no sangue, o que prejudica a saúde mental. 

Portanto, há evidências consideráveis sobre os efeitos protetores da função cognitiva e o papel da vitamina B6 para ansiedade. 

Aproveite e veja também

Como usar a vitamina B6 para ansiedade?

O uso da vitamina b6 para a ansiedade deve vir como um coadjuvante no tratamento para ansiedade, em paralelo com outros recursos de tratamento e mediante a orientações médicas. 

Os ajustes de dosagem e tempo de uso deverão ser feitos com o profissional da saúde, entretanto, a literatura recomenda em torno de 1,3 mg para adultos saudáveis.

Ainda é possível aumentar a ingesta de vitamina b6 por meio da alimentação, especialmente ampliando as fontes de origem animal, como aves, peixes, ovos e leites. 

Melhora da microbiota intestinal

Dicas para controlar a ansiedade

Acompanhe as dicas para amenizar a ansiedade:

  • descobrir os gatilhos: a ansiedade pode ser desencadeada por diversos fatores, portanto é importante identificar aqueles que são gatilhos e trabalhar em cima deles, especialmente com auxílio psicoterapêutico;
  • organizar as tarefas: muitas vezes, a sensação de ansiedade vem quando há sobrecarga de atividades no dia, portanto, organizá-las em blocos dentro da rotina poderá auxiliar no processo;
  • conversar sobre o que sente: compartilhar o que está causando aflição pode ser uma forma de aliviar os sintomas;
  • psicoterapia: auxílio de um profissional psicólogo que possui ferramentas para lidar com o quadro, pode ser uma ótima alternativa;
  • exercícios de respiração: focar na própria respiração e procurar acalmá-la é uma forma simples e prática de amenizar a sensação de ansiedade.

Em suma, a vitamina B6 tem sim uma relação com a ansiedade, porém não é só a deficiência dessa vitamina a única culpada pelo surgimento da ansiedade. 

Gerenciar a ansiedade envolve muito mais do que a suplementação de nutrientes, apesar dos nutrientes terem um papel importante nesse contexto também.

Referências

Texto escrito por Joana Mazzochi, formada em Administração Empresarial pela UDESC e em Nutrição pela UNIVALI (CRN-10/10934). Além de produzir conteúdo sobre nutrição e saúde, atende pacientes que desejam melhorar a relação com a alimentação.

 

Texto revisado por Rafaela Fürst Galvão, nutricionista graduada pela Unisul (CRN-10: 11807) e publicitária graduada pela ESPM-SUL. Desenvolve projetos de comunicação e produção de conteúdo para a área da saúde desde 2016.

Você ganhou um super presente!

Olá, tudo bem? Seja bem-vindo(a) ao nosso oceano de superalimentos.

Você recebeu o convite de um amigo(a) para nutrir o seu corpo com os melhores ativos dos oceanos e da Terra.

Por isso, você ganhou R$50,00 de desconto no seu primeiro pedido.

Basta escolher os seus produtos e ver o seu desconto na etapa de pagamento. Qualquer dúvida fale com a nossa equipe através do chat.