Carregando...

O que é parestesia: sintomas, causas, tratamento e prevenção

Você sabe o que é parestesia? Embora o nome seja meio complicado, a parestesia é mais comum do que você imagina. Sabe aquela sensação de dormência ou formigamento nos membros que sentimos quando passamos muito tempo em uma mesma posição? Isso é essencialmente o que é parestesia. Ela pode se manifestar de diferentes maneiras e ter diferentes causas. Por isso, é sempre bom investigar!

Geralmente, é uma sensação temporária, causada pela pressão em determinados nervos. Uma vez que essa pressão é aliviada, o desconforto desaparece. Entretanto, algumas pessoas têm parestesia crônica ou de longo prazo, o que pode ser um sinal de uma lesão ou condição nervosa mais grave.

Quer entender melhor o que é parestesia, quais seus sintomas e possíveis formas de combatê-la? Continue lendo este artigo!

O que é parestesia?

A parestesia é essa sensação anormal na pele, como formigamento, coceira, dormência, queimação ou agulhadas, que não é causada por um estímulo externo. Essa sensação pode ser passageira ou persistente, e pode ocorrer em diferentes partes do corpo, incluindo mãos, pés, braços, pernas, rosto e tronco.

Quais as causas da parestesia?

Para entender o que é parestesia, precisamos também conhecer suas causas.

A parestesia temporária ocorre devido à pressão sobre um nervo ou períodos de má circulação. Isso pode acontecer quando você adormece de bruços ou fica sentado com as pernas cruzadas por muito tempo. Já a parestesia crônica pode ser um sinal de lesão nervosa. 

Dois tipos comuns de danos nos nervos são radiculopatia e neuropatia:

Radiculopatia

É uma condição na qual as raízes nervosas ficam comprimidas, irritadas ou inflamadas. Pode ocorrer quando você tem:

  • uma hérnia de disco;
  • um estreitamento do canal do nervo da medula espinhal;
  • qualquer “massa” que comprime o nervo ao sair da coluna vertebral.

A radiculopatia que afeta a região lombar é chamada de radiculopatia lombar. Ela pode causar parestesia na perna ou no pé. Em casos mais graves, pode ocorrer compressão do nervo ciático e levar à fraqueza nas pernas. O nervo ciático é um grande nervo que começa na medula espinhal inferior.

Já a radiculopatia cervical envolve os nervos que fornecem sensação e força aos braços. Se você tem radiculopatia cervical, você pode experimentar dor de garganta crônica, parestesia dos membros superiores, e fraqueza nos braços e mãos.

Neuropatia

Ocorre devido a danos crônicos nos nervos. A causa mais comum de neuropatia é a hiperglicemia ou alto nível de açúcar no sangue. Entretanto, outras possíveis causas incluem:

  • trauma;
  • lesões por movimentos repetitivos;
  • doenças autoimunes, como artrite reumatóide, ou neurológicas, como EM;
  • problemas renais ou no fígado;
  • AVC;
  • tumores no cérebro ou perto dos nervos;
  • hipotireoidismo;
  • deficiências de vitamina B12;
  • excesso de vitamina D;
  • infecções;
  • certos medicamentos;
  • exposição a produtos químicos ou metais pesados.

Principais sintomas

Agora que você sabe o que é parestesia, deve entender que ela pode provocar diferentes sensações, principalmente em membros inferiores e superiores. Seus principais sintomas podem incluir:

  • dormência;
  • fraqueza;
  • formigamento;
  • sensação de queimação;
  • sensação de frio.

A parestesia crônica pode causar uma dor aguda, o que pode afetar a qualidade de vida e a rotina do indivíduo. Por isso, consulte o seu médico se tiver sintomas persistentes e/ou debilitantes. Quanto mais cedo você descobrir a causa, melhor!

Como é feito o diagnóstico da parestesia?

Para diagnosticar o que é parestesia e o que não é, é necessária uma análise completa do seu histórico médico. Em seguida, o profissional da saúde provavelmente irá pedir exames de sangue. 

Dependendo dos resultados, ele ainda pode recomendar investigações mais profundas, incluindo:

  • estudo da condução nervosa;
  • eletromiografia (EMG);
  • ressonância magnética (MRI);
  • ultrassom.

Tratamento para parestesia

O método usado para combater a sua parestesia vai depender da sua origem. Por exemplo: se ela for causada por movimentos repetitivos, provavelmente fisioterapia e descanso podem ajudar. Caso ela seja provocada por falta de nutrientes como a vitamina B12, é comum que sejam recomendadas mudanças na dieta e suplementação dessa vitamina.

Por isso, se a condição tem causado incômodos, procure um médico e descubra como resolvê-la da melhor forma!

Esperamos que essas informações possam ajudar você a entender melhor o que é parestesia e suas causas. Compartilhe esse texto com quem precisa saber sobre isso também!

Conteúdo escrito por Thais Montin, jornalista formada pela Unisinos e estudante de psicologia na College of The Redwoods. Trabalha com comunicação digital desde 2013, escrevendo sobre saúde, bem-estar, moda e muito mais.

Conteúdo escrito por Rafaela Galvão, acadêmica do 8˚ semestre de nutrição na Unisul. Desenvolve projetos de comunicação e produção de conteúdo para a área da saúde desde 2016.

Aproveite e veja também

Você ganhou um super presente!

Olá, tudo bem? Seja bem-vindo(a) ao nosso oceano de superalimentos.

Você recebeu o convite de um amigo(a) para nutrir o seu corpo com os melhores ativos dos oceanos e da Terra.

Por isso, você ganhou R$50,00 de desconto no seu primeiro pedido.

Basta escolher os seus produtos e ver o seu desconto na etapa de pagamento. Qualquer dúvida fale com a nossa equipe através do chat.