Carregando...

Formigamento nas mãos, causas, diagnóstico e tratamento

O formigamento nas mãos é um sintoma que muitas pessoas experimentam ao longo da vida, e geralmente é inofensivo, relacionado a posições desconfortáveis ou pressão temporária nos nervos. No entanto, em algumas situações, o formigamento nas mãos pode indicar condições médicas subjacentes que merecem atenção. 

Neste artigo, exploraremos as causas comuns desse sintoma e discutiremos o que fazer quando o formigamento nas mãos se torna um motivo de preocupação. É importante estar ciente dos sinais e sintomas que podem indicar uma condição médica mais séria e saber como agir para garantir uma avaliação adequada e, se necessário, tratamento.

O que é formigamento nas mãos?

A parestesia, comumente conhecida como sensação de formigamento, é um sintoma que pode se manifestar devido à pressão nos nervos, como ocorre quando algum membro é dobrado sob a cabeça, ou como resultado de lesões crônicas. Junto ao formigamento, sintomas adicionais como dormência, coceira, sensação de queimação ou fraqueza podem surgir simultaneamente.

Geralmente, essa sensação é percebida nas mãos, pés, pernas e braços. Entretanto, algumas pessoas podem experimentar o formigamento no rosto ou em áreas específicas da cabeça. O desconforto costuma desaparecer dentro de alguns segundos ou minutos após o alívio da pressão nos nervos, como ao reposicionar as pernas, por exemplo. 

No entanto, quando o formigamento se torna frequente e não tem uma razão aparente, pode indicar a presença de uma condição crônica, como a polineuropatia e até deficiências nutricionais.

Além disso, é importante mencionar que a ansiedade, problemas cardíacos e acidentes vasculares cerebrais (AVCs) também podem ser fatores desencadeantes do formigamento, especificamente, nas mãos.

O que pode ser formigamento nas mãos: 7 causas

O formigamento nas mãos é um sintoma que, embora muitas vezes temporário e inofensivo, pode ser desconfortável e intrigante. Este tópico irá explorar as principais causas por trás dessa sensação nas mãos, ajudando a entender as origens desse sintoma e fornecendo informações valiosas sobre como identificar potenciais problemas de saúde subjacentes:

1. Neuropatia diabética

Essa é uma condição que resulta na diminuição da função sensorial nas extremidades, acompanhada de dor e formigamento. De acordo com pesquisas, a neuropatia diabética é a complicação mais comum entre os pacientes diabéticos, afetando pelo menos 50% deles. Portanto, quando pessoas com diabetes frequentemente experimentam dormência nas mãos, é crucial investigar se essa sensação pode estar associada à neuropatia diabética.

2. Falta de vitamina b12

De acordo com estudos, a carência de B12 na dieta pode resultar em danos neurológicos que se apresentam sob a forma de formigamento nas mãos ou nos pés. Nesse contexto, a solução para aliviar o formigamento nas mãos frequentemente envolve a reposição ou o reforço da vitamina B12.

3. Deficiência de ácido fólico (vitamina B9)

A deficiência de vitamina B9, também conhecida como folato, pode se manifestar no corpo por meio de diversos sinais, sendo a neuropatia periférica um deles. Essa condição é caracterizada principalmente pela dormência nas extremidades, formigamento nas mãos, parestesia, fraqueza muscular e dores.

Em um estudo recente, foi observado que a deficiência ou insuficiência de folato está associada a um aumento no risco de neuropatia periférica, particularmente em pacientes jovens. Esse achado aponta para a possibilidade de que a carência de vitamina B9 pode ser a causa subjacente do formigamento frequente nas mãos.

4. Falta de vitamina B1 (tiamina)

Estudos científicos têm destacado que a deficiência prolongada de vitamina B1, também conhecida como tiamina, pode resultar na perda de sensibilidade nas extremidades, acompanhada de dormência nos dedos das mãos e pés. Além disso, alguns indivíduos podem manifestar sintomas associados à insuficiência cardíaca, como inchaço nas mãos, dor no peito, perda de memória e sensação de vertigem. 

O formigamento nas mãos pode servir como um indicativo de que o organismo está sofrendo com uma deficiência de vitamina B12. Essa deficiência é, muitas vezes, associada à anemia e pode manifestar sintomas clássicos, incluindo falta de ar e fadiga. A escassez de vitamina B12 pode ter origem na ingestão insuficiente desse nutriente ou na dificuldade do corpo em absorvê-lo.

Portanto, é de extrema importância monitorar os níveis de vitamina B1 quando sintomas como esses se fazem presentes, a fim de identificar possíveis deficiências e tomar as medidas necessárias para a saúde.

5. Túnel do carpo

O túnel do carpo é uma síndrome comum que se desenvolve quando o nervo mediano, responsável pela inervação da maioria dos músculos do antebraço, punho e mão, sofre compressão. Essa compressão pode ocorrer devido a lesões, movimentos repetitivos ou condições inflamatórias específicas.

Pesquisas sobre o túnel do carpo revelam que indivíduos afetados por essa síndrome frequentemente experimentam dormência ou formigamento nos quatro dedos iniciais das mãos. Portanto, a sensação de formigamento nas mãos pode servir como um sinal indicativo da presença do túnel do carpo.

6. Doença celíaca

A doença celíaca é uma condição autoimune crônica desencadeada pela intolerância ao glúten. Estima-se que cerca de 10% dos pacientes com essa doença apresentem complicações neurológicas, incluindo a neuropatia periférica. 

Nesse contexto, evidências relevantes destacaram a associação frequente entre a doença celíaca e a neuropatia sensorial, caracterizada por sintomas, como formigamento e dormência nas extremidades. Importante notar que essa conexão deve ser considerada mesmo na ausência de sintomas gastrointestinais, ampliando a compreensão da complexidade da doença celíaca.

7. Fenômeno de Raynaud

O fenômeno de Raynaud é uma condição vasoespástica comum que afeta aproximadamente 5% da população. Enquanto a maioria das pessoas vivencia o fenômeno de Raynaud de forma primária, é importante ressaltar que ele também pode surgir secundariamente devido a várias condições médicas subjacentes. Quando abordamos as causas do formigamento nas mãos, de acordo com evidências, o fenômeno de Raynaud desempenha um papel significativo.

Essa condição afeta o fluxo sanguíneo para os membros, incluindo os braços e pernas, e resulta na constrição dos vasos sanguíneos em resposta a temperaturas frias ou situações de estresse. A redução no fluxo de sangue frequentemente leva à dormência nas mãos e ao formigamento nos dedos das mãos e pés, destacando a influência do fenômeno de Raynaud como uma das causas subjacentes desses sintomas.

8. Acidentes vasculares cerebrais (AVCs)

Nos casos de AVC, os sintomas podem ser diversos e podem variar de uma pessoa para outra. Além do formigamento ou dormência, os sintomas frequentemente incluem perda súbita de força em um lado do corpo, que pode se manifestar como fraqueza ou paralisia nas mãos, braços, pernas ou face. A dificuldade na fala é outro sintoma comum do AVC, e muitas vezes as pessoas têm dificuldade em articular palavras ou podem até mesmo perder a capacidade de falar temporariamente.

Qual a diferença entre dormência e formigamento?

A dormência e o formigamento são sensações incomuns que podem afetar as mãos, mas existem distinções importantes entre esses sintomas. A dormência é caracterizada pela perda de sensibilidade em uma área, frequentemente acompanhada de uma diminuição na capacidade de movimentação. Por outro lado, o formigamento se manifesta como a sensação de muitos pequenos insetos picando a pele.

Aproveite e veja também

Diagnóstico das causas do formigamento nas mãos

Diagnosticar com precisão as causas do formigamento nas mãos pode ser um desafio, e apenas um médico especializado pode conduzir um diagnóstico preciso. O processo de diagnóstico envolve várias etapas importantes.

Primeiramente, o médico realizará um exame físico minucioso, examinando os membros e outras áreas do corpo afetadas. Além disso, fará uma série de perguntas sobre sua rotina diária, estilo de vida e histórico familiar. Algumas das questões podem incluir:

  • existe algum histórico de doenças autoimunes na sua família?
  • há casos de doenças neurológicas entre seus familiares?
  • você sofreu algum acidente recentemente?
  • houve alguma queda que possa estar relacionada ao formigamento nas mãos?

Em casos necessários, o médico pode solicitar uma série de exames, tais como:

  • exame de sangue;
  • exame de urina;
  • raio-x;
  • ultrassom;
  • e outros exames específicos, dependendo do contexto clínico.

Esses procedimentos ajudarão o médico a identificar a causa subjacente do formigamento nas mãos e orientar o tratamento adequado com base no diagnóstico obtido.

Tratamento para formigamento nas mãos

Para o tratamento de formigamento nas mãos causado por danos nos nervos, o médico desempenha um papel fundamental na busca das opções mais eficazes de tratamento. Dependendo da gravidade e do diagnóstico, as abordagens a seguir podem ser recomendadas:

  • medicação autoimune: em casos nos quais o formigamento é resultado de distúrbios autoimunes, como a neuropatia periférica, o médico pode prescrever medicamentos imunossupressores ou imunomoduladores para controlar a resposta do sistema imunológico e reduzir a inflamação;
  • mudança de hábitos alimentares: quando a causa do formigamento está relacionada à deficiência de vitaminas ou minerais, é fundamental fazer ajustes na alimentação para garantir a ingestão adequada desses nutrientes. O médico ou nutricionista pode fornecer orientações sobre uma dieta equilibrada;
  • medicação anti-inflamatória: em algumas condições, como a compressão nervosa, o uso de medicamentos anti-inflamatórios pode reduzir a inflamação e aliviar o formigamento. Esses medicamentos podem ser prescritos pelo médico;
  • cirurgia ou radioterapia: em situações em que o formigamento nas mãos é causado por tumores, lesões ou compressões graves dos nervos, o médico pode recomendar intervenções cirúrgicas ou radioterapia para tratar a causa subjacente e aliviar os sintomas;

É importante ressaltar que o tratamento específico dependerá do diagnóstico individual e das circunstâncias clínicas. Portanto, é fundamental buscar a orientação de um profissional de saúde qualificado para avaliação e recomendações personalizadas.

Quando o formigamento nas mãos é preocupante?

Embora o formigamento nas mãos seja um sintoma comum e, muitas vezes, inofensivo, existem situações em que ele pode ser um sinal de alerta para condições médicas mais sérias. Reconhecer quando o formigamento nas mãos é preocupante é crucial para buscar assistência médica adequada.

O formigamento persistente e recorrente nas mãos é uma razão para procurar ajuda médica. Se esse sintoma persistir por um período prolongado, não melhorar com o tempo ou se tornar um problema recorrente, é importante agendar uma consulta com um profissional de saúde.

Quando o formigamento nas mãos está acompanhado de fraqueza muscular significativa, isso pode ser um indício de problemas neuromusculares ou compressão de nervos. Nesses casos, a avaliação médica também é essencial para determinar a causa e o tratamento apropriado.

O formigamento em ambos os lados do corpo simultaneamente é motivo para cautela. Quando ambos os membros superiores são afetados ao mesmo tempo, isso pode indicar causas sistêmicas, como distúrbios neurológicos, metabólicos ou autoimunes que merecem investigação.

Se o formigamento nas mãos estiver associado a outros sintomas, como dificuldade de fala, confusão, perda de memória, visão turva, tontura súbita ou dificuldade para andar, é fundamental buscar assistência imediata. Esses sintomas podem ser indicativos de uma situação médica de urgência, como um acidente vascular cerebral (AVC).

Pessoas com histórico de doenças crônicas, como diabetes, hipertensão, doenças cardíacas, câncer ou distúrbios neurológicos, devem estar atentas ao formigamento nas mãos, pois pode estar relacionado a essas condições.

Se houver lesões recentes na coluna ou pescoço, como as decorrentes de acidentes de carro, quedas ou traumas, e o formigamento nas mãos estiver presente, é fundamental que seja avaliado por um médico, pois pode ser resultado de danos nos nervos decorrentes dessas lesões.

O formigamento repentino e grave nas mãos, especialmente quando acompanhado de dor intensa, é motivo para buscar ajuda médica imediata. Pode ser um sinal de lesão nervosa aguda que requer atenção urgente.

Você ganhou um super presente!

Olá, tudo bem? Seja bem-vindo(a) ao nosso oceano de superalimentos.

Você recebeu o convite de um amigo(a) para nutrir o seu corpo com os melhores ativos dos oceanos e da Terra.

Por isso, você ganhou R$50,00 de desconto no seu primeiro pedido.

Basta escolher os seus produtos e ver o seu desconto na etapa de pagamento. Qualquer dúvida fale com a nossa equipe através do chat.