Carregando...
100% of 100
1 Mensagem | AVALIAR

E aí, Beleza?

R$139,00
90 Cápsula de 600mg
Produto
para 1 mês
QUANTIDADE
- +
Menos de R$4,63/dia.
COMPRE COM SEGURANÇA

E aí, Beleza?

R$139,00
Menos de R$4,63/dia.
Modo de uso Consumir 3 ao dia

Praticamente um SPA em casa!

É fato que saúde e beleza andam juntas. Em razão disso, o E aí, beleza? reúne uma poderosa combinação de ingredientes com benefícios cientificamente estudados para ajudar a manter os cabelos e unhas fortes e nutridos, assim como a pele uniforme e saudável. Cuide da sua beleza de dentro para fora com um produto de qualidade nutricional avançada!

Mix de ingredientes desenvolvidos para saúde e beleza andarem juntas

A formulação das nossas cápsulas da beleza traz enxofre orgânico (MSM), ácido hialurônico, vitamina C, zinco, vitamina E, vitamina B5, selênio, vitamina B1, vitamina A, picolinato de cromo, biotina e vitamina D com alta biodisponibilidade.

Porção de 1,8g (3 cápsulas)
Quantidade por porção % VD
Valor energético 0kcal
MSM 900mg -
Ácido hialurônico 80mg -
Vitamina A 600mcg 100%
Vitamina B1 1,2mg 100%
Vitamina B5 5,0mg 100%
Vitamina B7 30mcg 100%
Vitamina C 45mg 100%
Vitamina D 5mcg 100%
Vitamina E 10mg 100%
Cromo 35mcg 100%
Selênio 34mcg 100%
Zinco 7mg 100%

Restrições alimentares

SEM INTERAÇÃO COM MEDICAMENTOS

Nossos produtos são alimentos de qualidade nutricional avançada e não possuem nenhuma relação/interação com fármacos ou formulações com princípio ativo.

GESTANTES, NUTRIZES E CRIANÇAS

Orienta-se que gestantes ou mamães queamamentam procurem o acompanhamento de um profissional da saúde. O mesmo é válido para crianças com idade inferior a 12 anos.

Benefícios
E AI
BELEZA

As cápsulas da beleza da Ocean Drop possuem uma poderosa combinação de ingredientes que promovem benefícios para a saúde dos cabelos, unhas e pele. Confira:

.01

Diversos estudos mostram que o MSM e a biotina são benéficos no tratamento de unhas frágeis, melhorando o aspecto geral e deixam as estruturas mais fortes devido a estimulação da produção de queratina, proteína responsável por garantir resistência, endurecimento e brilho das unhas.

.02

MSM, vitamina C, zinco, vitamina E, vitamina A, biotina e vitamina D ajudam a deixar o cabelo mais bonito, pois atuam no combate à queda, enfraquecimento e baixo crescimento ao auxiliarem na a produção de queratina e prevenção do envelhecimento capilar.

.03

Artigos científicos relatam que a ingestão oral de ácido hialurônico diminui a aparência das rugas e melhora as condições da pele. Ainda, a vitamina A é extremamente importante no desenvolvimento e manutenção dos tecidos epiteliais, bem como os outros ingredientes presentes nas cápsulas da beleza.

Estudos
científicos

Entenda porque buscamos o melhor pata criar nossos suplementos

Beleza das Unhas

Treatment of brittle fingernails and onychoschizia with biotin: scanning electron microscopy

veja mais

Beleza dos Cabelos

Beneficial Effects of a Sulfur-Containing Supplement on Hair and Nail Condition

veja mais

Beleza da Pele

Beneficial Effects of a Sulfur-Containing Supplement on Hair and Nail Condition

veja mais

E Aí, Beleza? – Fortalecimento de unhas e cabelos

Maneiras de fortalecer unhas e cabelos de forma eficiente, tratando o problema pela raiz, têm sido muito procuradas. Isso porque, além de envolver autoestima e estética, o enfraquecimento das estruturas também costuma indicar que há carência de nutrientes e outras substâncias específicas no organismo. É fato que saúde e beleza andam juntas. Portanto, para tornar unhas e cabelos fortes é preciso garantir a nutrição adequada do corpo. O “E Aí, Beleza?” reúne uma poderosa combinação de ingredientes com benefícios cientificamente estudados para oferecer resultados eficientes nessas questões.


Sofrendo de unhas e cabelos fracos?

A principal queixa relacionada à saúde capilar é a queda dos fios que se apresenta em dois tipos mais comuns: alopecia androgenética (AGA) e eflúvio telógeno (TE). Além disso, o enfraquecimento dos cabelos é motivo de muito incômodo, principalmente entre o sexo feminino. Em relação às unhas não é diferente: unhas finas, moles e com dificuldade de crescimento, que caracterizam a Síndrome das Unhas Frágeis (SUF), são frequentes na população, sobretudo em mulheres. Para a maioria que apresenta SUF, o incômodo é cosmético, mas há casos com queixas de dores também. É fato que a beleza começa de dentro, sendo assim, seus cabelos e unhas refletem aquilo que você ingere. Para melhorar o aspecto das estruturas, não basta apostar em tratamentos que apenas disfarçam as desordens, é preciso ir a fundo e tratar a causa, para então, resolver o problema de fato. Uma dieta insuficiente pode resultar em um conjunto de complicações nas mais diversas partes do corpo e, com os cabelos e as unhas, não é diferente. Por outro lado, uma alimentação bem equilibrada é essencial para dar todo o suporte para o corpo funcionar e se estruturar de forma eficaz. É comum as pessoas relatarem que não possuem tempo para comer de maneira que supra as necessidades do organismo. Visto isso, cápsulas para fortalecer cabelos e unhas existem e o “E Aí, Beleza?” é uma opção que reúne apenas ingredientes com benefícios estudados que você


Benefícios do E Aí, Beleza?

Beleza das Unhas

O MSM – ou enxofre orgânico – e a biotina são benéficos no tratamento de unhas frágeis, pois ajudam a melhorar o aspecto geral e a deixar as estruturas mais fortes devido a estimulação da produção de queratina, proteína responsável por garantir resistência, endurecimento e brilho das unhas. A suplementação de MSM forneceu melhorias estatisticamente significativas nas condições do cabelo de 63 mulheres de meia-idade em um experimento clínico, conforme determinado pela classificação de especialistas e pela autoavaliação das próprias pacientes. Outro estudo, que administrou biotina por via oral em pessoas com unhas quebradiças e descamação para observar os resultados e funcionalidades da vitamina, após o término, percebeu que a espessura das unhas aumentaram significativamente, variando de 7% a 25%. Incrível, não é mesmo?!

Beleza dos Cabelos

MSM, vitamina C, zinco, vitamina E, vitamina A, biotina e vitamina D atuam no combate à queda, enfraquecimento e baixo crescimento do cabelo, já que induzem a produção de queratina, presente em 95% da estrutura do fio, e auxiliam no combate ao envelhecimento capilar. De acordo com um estudo publicado no Natural Medicine Journal, “o MSM tem a capacidade de doar enxofre à queratina, o que pode ajudar a fortalecer as ligações entre as moléculas de queratina do cabelo”. Dessa forma, a saúde do cabelo é favorecida, pois o fio ganha maior integridade. Há evidências de que o estresse oxidativo é um mecanismo fundamental na contribuição do envelhecimento e queda do cabelo. Por sua vez, vitamina C, zinco, vitamina E, vitamina A e vitamina D agem como antioxidantes no organismo e ajudam a evitar o processo.


O que é síndrome de unhas frágeis?

As unhas são estruturas anexas da pele formadas através da diferenciação de alguns segmentos cutâneos. A rigidez e localização delas auxiliam na proteção do organismo em relação ao meio ambiente. Ainda, elas ajudam a manipular pequenos objetos e fornecem proteção e apoio aos tecidos dos dedos das mãos e pés. Unhas finas, moles e com dificuldade de crescimento caracterizam a síndrome das unhas frágeis. Em termos mais técnicos, os sintomas são a onicosquizia, ou seja, a descamação da lâmina da unha, e a onicorrexe, estriação longitudinal na superfície da placa ungueal, que proporciona um aspecto irregular.Tal fragilidade pode ser causada por fatores químicos, físicos ou em decorrência de doenças. Para a maioria dos pacientes que apresentam SUF, o incômodo é primordialmente cosmético, o que afeta a autoestima, mas muitos também se queixam de dores, além de dificuldades para realizar as atividades do dia a dia.


Possíveis causas de unhas frágeis?

O artigo científico “Síndrome das unhas frágeis”, publicado no Anais Brasileiro de Dermatologia, publicação oficial da Sociedade Brasileira de Dermatologia, relatou que “qualquer fator intrínseco do organismo ou doença que impeça corretamente a formação das unhas pode desencadear a SUF“.Alterações, como hipotireoidismo, hipertireoidismo, diabetes, anemia, gravidez, anorexia, entre outras situações, atuam reduzindo a oxigenação das unhas ou sua queratinização. Ainda, o uso abusivo de removedores de esmalte, como a acetona, que promovem secagem excessiva das unhas, acarretam em SUF.Saúde e beleza andam juntas e, se algo não vai bem no organismo, muito provavelmente será possível notar as consequências no corpo. A alimentação insuficiente promove efeitos que refletem em sinais negativos nas estruturas. Conheça alguns nutrientes que podem ajudar a fortalecer as unhas no próximo tópico!


Como fortalecer as unhas de uma forma natural?

Biotina

Dentro das vitaminas para fortalecer as unhas, a biotina é uma das principais conhecidas. Isso porque esse nutriente está diretamente ligado com a produção de queratina, uma proteína fundamental na composição das unhas. Sua falta pode ocasionar tanto onicosquizia quanto onicorrexe.Um estudo clínico em que foi administrado biotina por via oral em mulheres com unhas quebradiças ou com descamação observou melhora na espessura das estruturas de até 25% após a suplementação com a vitamina do complexo B. Outro também notou diferença em 91% dos pacientes suplementados.

Enxofre

O enxofre é encontrada em todos os organismos vivos, especialmente nos tecidos do corpo humano. Ele já foi chamado de “mineral da beleza” por contribuir com o aspecto tanto das unhas, quanto dos cabelos e da pele. O MSM é uma forma natural de enxofre orgânico no qual diversos estudos já testaram seus efeitos. O enxofre é necessário à síntese de colágeno e é predominante na queratina. Um artigo científico relatou que a suplementação de MSM forneceu melhorias estatisticamente significativas na condição das unhas, conforme determinado pela classificação de especialistas e autoavaliação do sujeito.


Vitamina para evitar queda de cabelo

Entre os tipos de queda de cabelo mais comuns na população destacam-se dois: alopécia androgênica (AGA) e eflúvio telógeno (TE). A boa notícia é, que existe uma lista de minerais e vitaminas para queda de cabelo que você conhecerá mais adiante. Para contextualizar, saiba primeiro como diferenciar o AA e o TE:

Alopécia Androgênica (AA)

Acomentendo homens e mulheres de forma relativamente frequente, segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBN), a AA é um tipo de queda de cabelos geneticamente determinada. Apesar de receber o nome “andro”, na maioria das vezes, os níveis hormonais masculinos se mostram normais nos exames.A doença também é chamada de calvície e começa a se desenvolver na adolescência, período em que o estímulo hormonal aparece e faz com que, a cada ciclo do cabelo, os fios venham progressivamente mais ralos e o couro cabeludo vá ficando mais aberto.

Eflúvio Telógeno (TE)

A SBN caracteriza o TE como uma condição em que há aumento da queda diária dos fios de cabelo. Isso pode ser percebido principalmente no chão do chuveiro após o banho ou até mesmo na escova quando o cabelo é penteado. Existe dois tipos: TE agudo e TE crônico.Além desse sintoma, coceira no couro cabeludo, com destaque para a região posterior, pode estar presente no TE. A forma aguda se diferencia da crônica em questão de longo prazo, pois conforme o tempo passa, o paciente fica com o cabelo mais volumoso na base e menos volumoso no comprimento.


Minerais e Vitaminas para evitar a queda de cabelo

Você tem ou conhece alguém com alopécia androgênica, eflúvio telógeno ou outro tipo de queda? Essas doenças podem abalar – e muito – a autoestima de alguém, já que o cabelo está diretamente relacionado com a beleza. Por isso, separamos abaixo uma lista com minerais e vitaminas para evitar a queda de cabelo:

Enxofre

Conhecido como o “mineral da beleza”, além de ser bom para o cabelo, o enxofre também oferece benefícios para pele e unhas. Tratando especificamente dos fios, ele é extremamente importante, pois ajuda a sintetizar a queratina, uma proteína que tem a função de proteger e dar resistência aos cabelos.Um estudo observou que a suplementação de metilsulfonilmetano (MSM), o enxofre orgânico, forneceu melhorias estatisticamente significativas na condição do cabelo, conforme determinado pela classificação de especialistas e pela autoavaliação do paciente, e sugeriu que ele é benéfico ao tratamento da alopécia.

Ferro e Vitamina C

Pacientes com alopécia androgênica ou eflúvio telógeno devem se certificar de que não estão com deficiência de ferro, de acordo com um artigo científico do ano de 2018. Por sua vez, também precisam verificar a ingestão de vitamina C, que ajuda a otimizar a absorção do mineral.A importância diante dessas questões se dá porque a falta de ferro no corpo, que é a deficiência nutricional mais comum no mundo, provoca a anemia. Essa doença faz com que o organismo produza menos hemoglobina, prejudicando a circulação e tendo como um dos sintomas a queda de cabelo.

Zinco

A falta de zinco no corpo estimula o aumento dos radicais livres, favorecendo o estresse oxidativo. Por sua vez, isso prejudica a capacidade antioxidante do organismo e pode resultar em queda de cabelo. Além disso, a síntese proteica também é afetada, desfavorecendo a produção de queratina.O estudo “The Role of Vitamins and Minerals in Hair Loss: A Review” sugeriu que a suplementação de zinco pode se tornar uma terapia adjuvante para os pacientes com alopécia com baixo nível do mineral na corrente sanguínea e para os quais não tiveram sucesso com os métodos terapêuticos tradicionais.

Biotina

A biotina faz parte da vitaminas do complexo B, sendo também conhecida como vitamina B7 ou vitamina H. Ela está diretamente ligada ao metabolismo de gorduras, proteínas e carboidratos no organismo e, por isso, é uma ótima fonte de regeneração para cabelos, pele e unhas.Uma revisão sobre as deficiências de biotina e biotinidase relatou que a falta dela no organismo resulta em sintomas, como dermatite e queda de cabelo. É por esse motivo que você já deve ter observado produtos para os fios com a vitamina, como shampoos, condicionadores e até máscaras hidratantes.

Vitamina D

Estudos mostram que suplementar a dieta com baixos níveis de vitamina D pode melhorar os sintomas de alopécia androgênica e eflúvio telógeno. Uma das explicações é que a vitamina D modula o crescimento e a diferenciação dos queratinócitos, responsáveis pela síntese da queratina.Além disso, o estudo ressaltou que a vitamina D pode estar envolvida no envelhecimento dos fios que provoca clareamento do cabelo durante infância ou início da idade adulta. Portanto, suplementar esse micronutriente também pode auxiliar na melhora do envelhecimento prematuro.


TEM muita GENTE curtindo A drop

Nosso usuários não cansam de encher nossos corações de alegrias e não querem guardar isso pra sí mas gritar aos quatros cantos. É muito amor

deixe seu comentário

Formulário de Avaliação

Nosso usuários não cansam de encher nossos corações de alegrias e não querem guardar isso pra sí mas gritar aos quatros cantos. É muito amor