Carregando...

7 sintomas de pressão alta e o que fazer

Segundo dados obtidos pela Organização Mundial da Saúde, mais de 700 milhões de indivíduos ao redor do mundo apresentam hipertensão arterial sistêmica. Por isso, reconhecer os principais sinais e sintomas de pressão alta é fundamental! Identificá-los, possibilita iniciar o manejo dessa doença crônica precocemente além de evitar o seu desenvolvimento.

Mas, o que seria a hipertensão arterial sistêmica? Popularmente conhecida como pressão alta, trata-se de uma doença que acomete os vasos sanguíneos e é caracterizada pela elevação de pressão do sangue, que "força" as paredes dos vasos. Os números que determinam quando a pressão está alta são: 140 × 90 mmHg.

A hipertensão arterial sistêmica pode acontecer como consequência de:

  • alimentação rica em sódio e gorduras saturadas;
  • estresse crônico;
  • colesterol alto;
  • questões hereditárias.

A presença dos sintomas de pressão alta, consequentemente indicam maior risco de doenças crônicas relacionadas ao sistema cardiovascular. Assim, é necessário reconhecer seus sinais para evitar complicações, como o infarto agudo do miocárdio ou a insuficiência cardíaca.

Sinais e sintomas de pressão alta

Em muitos casos, a hipertensão arterial sistêmica pode se desenvolver silenciosamente. É por esse fator que muitos indivíduos passam anos sem saber que sofrem desse problema. Portanto, é importante medir a pressão arterial com alguma frequencia e observar suas variações.

Entretanto, há casos em que é possível identificar os sinais e os sintomas de pressão alta. Em geral, os sintomas surgem quando há uma elevação repentina da pressão arterial. Diante disso, os principais sinais e sintomas de pressão alta são:

Náusea e vômito

Como a pressão alta contribui para diminuir a oxigenação no cérebro, a pressão aumenta e promove reflexos nas funcionalidades do sistema nervoso central. Em função disso, náusea e vômito podem surgir.

Dores de cabeça

Entre os sintomas da pressão alta, o mais frequente é a dor de cabeça. Isso ocorre, pois, a elevação da pressão pode comprimir certos nervos sensíveis à dor. Além disso, pode ocorrer uma redução na circulação de sangue na região, causando dores de cabeça.

Cansaço e sonolência em excesso

Devido a redução na oxigenação do cérebro, cansaço e sonolência também podem surgir como sintoma da pressão alta.

Dores na nuca

A pressão alta também pode causar dores na região da nuca e pescoço.

Zumbidos no ouvido

Com o aumento na viscosidade dos líquidos presentes no interior dos ouvidos, é possível desenvolver zumbidos no conduto auditivo por conta da pressão alta.

Alterações na visão

A pressão alta pode promover diferentes alterações na visão. Uma delas é a retinopatia hipertensiva, em que se observam pequenos pontos vermelhos de sangue nos olhos. Além disso, o aumento da pressão pode causar visão dupla também.

Palpitações cardíacas

Com os vasos sanguíneos mais estreitos, podem surgir palpitações cardíacas como um dos sintomas da pressão alta. Isso ocorre porque o coração precisa de mais força para trabalhar e fazer com que o sangue circule no corpo.

Sempre que os sintomas de pressão alta forem observados, é imprescindível buscar um clínico geral ou um cardiologista para avaliar e diagnosticar o problema.

Quais são as principais causas da pressão alta?

A hipertensão arterial é classificada em duas categorias, de acordo com suas causas:

Hipertensão primária

De acordo com pesquisas, a hipertensão arterial primária é considerada a mais recorrente na população. Além disso, também é responsável por alta morbidade, caso não seja diagnosticada de forma precoce, nem controlada.

Nesse contexto, a doença se desenvolve com o passar dos anos por conta de hábitos adquiridos ao longo da vida. Ou seja, ela não se relaciona com nenhuma outra patologia crônica ou com nenhum uso de medicamentos. Por conta disso, é considerada silenciosa e seu diagnóstico pode ser tardio.

A hipertensão arterial primária está relacionada a diferentes causas, como:

  • má alimentação;
  • consumo excessivo de sal;
  • idade avançada;
  • sedentarismo.

Esse tipo de pressão alta também pode estar relacionado a genética. Ou seja, certas pessoas podem ter predisposição genética a desenvolver esse quadro, por conta do histórico médico familiar.

Uma forma de saber se há predisposição genética para desenvolver a hipertensão arterial sistêmica, é a realização de um teste genético. Através de um teste preciso e confiável, é possível detectar se há ou não o risco de se desenvolver a pressão alta, bem como quaisquer outras doenças crônicas.

Hipertensão secundária

A hipertensão secundária se desenvolve como consequência de outra patologia já presente no organismo ou por uma causa identificável. Esse tipo é menos comum, sendo estimado que cerca de 10% dos indivíduos com pressão alta a tenham.

De uma forma mais ampla, a hipertensão arterial secundária pode estar relacionada às seguintes condições:

  • doenças renais crônicas;
  • distúrbios endócrinos;
  • distúrbios na tireoide;
  • consumo de álcool em excesso;
  • uso de medicamentos crônicos;
  • diabetes;
  • apneia obstrutiva do sono.

O uso de drogas ilícitas também podem ser responsáveis pelo desenvolvimento da hipertensão arterial secundária.

Como prevenir e tratar a hipertensão?

Os sintomas da pressão alta podem ser prevenidos ou amenizados por meio de um estilo de vida saudável. Certas ações, para prevenir a pressão alta, incluem:

  • adotar uma dieta saudável;
  • evitar o consumo excessivo de sal nas refeições diárias;
  • praticar exercícios físicos regularmente;
  • consumir bebidas alcoólicas com moderação.

Pode ser importante ter um aparelho de pressão arterial em casa para aferir a pressão sempre que for necessário. Qualquer sintoma de elevação ou queda de pressão deve ser observado com atenção. Além disso, consultar um médico para investigar as possíveis causas dos sintomas de pressão alta também é essencial.

O tratamento para os sintomas da pressão alta e da hipertensão, variam conforme a sua causa. No caso da hipertensão primária, por exemplo, são indicados certos medicamentos para regular a pressão arterial além da recomendação de mudanças do estilo de vida.

Já o tratamento para hipertensão arterial secundária envolve cuidados com o que provoca a alteração da pressão. Sendo assim, os recursos terapêuticos são essencialmente:

  • medicamentos para reduzir a pressão;
  • dieta saudável, livre de gordura saturada e pouco sódio;
  • prática regular de exercícios físicos.

O uso de suplementos também pode contribuir para o tratamento, como por exemplo o suplemento de Ômega-3 Vegano. Conforme estudos, consumir este suplemento pode ser benéfico para a saúde cardiovascular e para o combate dos sintomas da pressão alta, pois o mesmo atua diretamente no processo inflamatório.

Além disso, um estudo conduzido por Jacqueline K. Innes relata que o Ômega-3 atua na prevenção e no tratamento das doenças cardiovasculares por combater diretamente as causas responsáveis pelo seu desenvolvimento. Suplementar esse ácido graxo pode auxiliar melhorando o perfil lipídico e regulando a pressão arterial por meio do controle da inflamação.

Quando procurar ajuda médica

Para prevenir os sintomas da pressão alta e evitar o desenvolvimento de doenças cardiovasculares, é ideal que se faça um check-up médico de duas a três vezes por ano. Além disso, ter em mãos um aparelho para medir a pressão e realizar essas aferições semanalmente, é ideal.

Quando a pressão se encontra acima de 140 × 90 mmHg, notam-se indícios do desenvolvimento da hipertensão arterial. Nesse caso, é importante procurar ajuda médica assim que possível.

Estar ciente de quais são os sintomas de pressão alta e quais são as principais formas de prevenção é imprescindível para evitar problemas cardíacos mais graves. Não deixe de cuidar da saúde do seu coração!

Conteúdo revisado por Rafaela Galvão, publicitária pela ESPM-SUL e estudante do 7˚ semestre de nutrição na Unisul. Desenvolve projetos de comunicação e produção de conteúdo para a área da saúde desde 2016.

Aproveite e veja também

Você ganhou um super presente!

Olá, tudo bem? Seja bem-vindo(a) ao nosso oceano de superalimentos.

Você recebeu o convite de um amigo(a) para nutrir o seu corpo com os melhores ativos dos oceanos e da Terra.

Por isso, você ganhou R$50,00 de desconto no seu primeiro pedido.

Basta escolher os seus produtos e ver o seu desconto na etapa de pagamento. Qualquer dúvida fale com a nossa equipe através do chat.