Carregando...

Qual a melhor vitamina para rejuvenescer a pele

Uma das poucas certezas que se tem na vida é que todos vão envelhecer e, a pele não escapa desse processo. Entretanto, o envelhecimento pode ser melhor controlado por meio dos hábitos alimentares e estilo de vida. Nesse cenário, a nutrição está intimamente associada porque é necessária para todos os processos biológicos da pele, desde a juventude até o envelhecimento. Mas quais são os nutrientes mais importantes para se ter uma pele jovem?

Descubra neste artigo qual a melhor vitamina para rejuvenescer a pele e veja como tomar gomas para pele, cabelo e unha para conseva-los jovens por mais tempo. 

Como a pele envelhece

A pele é um órgão sofisticado e dinâmico, que serve não só como uma barreira de proteção para os órgãos, mas também mantém a temperatura corporal, hidratação e funções sensoriais. Como o maior órgão do corpo humano, a pele exibe sinais óbvios de envelhecimento que se dá principalmente pela perda progressiva de colágeno e, esse processo afeta a pele de várias maneiras.

Estudos expressam que a pele envelhece por meio de processos internos e externos paralelos, que contribuem simultaneamente para uma perda progressiva da estabilidade estrutural e função fisiológica da derme.

➜ O envelhecimento interno é causado principalmente pelo acúmulo de espécies reativas de oxigênio (ROS) como subproduto do metabolismo celular. São os famosos radicais livres.

➜ O envelhecimento externo é causado principalmente pelo acúmulo de exposição à luz ultravioleta, que causam milhares de alterações no DNA celular a cada dia. Poluição, fumaça de cigarro entre outras injúrias ambientais, também contribuem e aceleram o processo natural de envelhecimento da pele.

Principais sinais de envelhecimento da pele

No decorrer do envelhecimento, tanto a função como a aparência da pele são afetadas. As alterações mais comuns na aparência incluem:

  • rugas;
  • pigmentação irregular (manchas);
  • flacidez;
  • perda de elasticidade;
  • afinamento;
  • ressecamento.

Apesar de tecnicamente não causarem risco de vida, essas mudanças podem ter efeitos negativos substanciais na autoestima e bem-estar social. Nesse contexto, uma pesquisa evidenciou que “parecer velho para a idade” está associado ao aumento do risco de mortalidade.

Além das mudanças na aparência, ainda ocorrem alterações estruturais e fisiológicas, como:

  • diminuição da produção de colágeno;
  • perda de água;
  • permeabilidade;
  • cicatrização mais lenta;
  • capacidade de reparo diminuída;
  • aumento da incidência de algumas doenças de pele.

Quando se fala em pele e envelhecimento, é impossível não falar de nutrição. A nutrição equilibrada é essencial não apenas para manter um peso adequado e prevenir doenças crônicas, mas também para preservar a saúde da pele. Certos nutrientes têm um papel crítico no funcionamento normal da pele, particularmente quando deficiências nutricionais se estabelecem.

Nesse contexto, diversos estudos apontam para uma tendência de cuidados com a alimentação e uso de suplementos orais para melhorar a aparência e saúde da pele. A verdade é que uma pele saudável reflete em grande parte o estado geral de saúde de uma pessoa. A nutrição tem o potencial para restaurar uma pele danificada e, alguns nutrientes possuem um certo grau de impacto na saúde e envelhecimento desse grande órgão. Conheça a seguir os 10 nutrientes mais relevantes para a derme.

Aproveite e veja também

10 nutrientes importantes para a pele

1. Ácido Hialurônico

O ácido hialurônico (AH) é um polissacarídeo de alto peso molecular que compõe a matriz extracelular da pele. O AH desempenha um papel fundamental no metabolismo da derme e alguns estudos indicam que no decorrer do envelhecimento, o conteúdo epidérmico de AH diminui progressivamente.

Nesse contexto, um estudo mostrou que a ingestão oral de ácido hialurônico levou a um aumento significativo na hidratação e elasticidade da pele. Além disso, a suplementação com AH provocou uma diminuição expressiva das rugas mostrando que seu uso a longo prazo pode ter um impacto positivo na saúde e aparência geral da pele.

2. Metilsulfonilmetano (MSM)

Derivado quase exclusivamente de proteínas, o MSM desempenha um papel importante em muitos órgãos e sistemas do corpo, incluindo a pele. O metilsulfonilmetano está associado à saúde da pele em função do seu papel nos processos fisiológicos de síntese de colágeno, ácido hialurônico e querato-hialina.

De acordo com um estudo, a suplementação oral com metilsulfonilmetano demonstrou beneficiar a pele ao regular genes responsáveis ​​pela hidratação e integridade estrutural da derme. Esses genes estão intimamente associados ao processo de envelhecimento, portanto o MSM é um elemento importante para a manter um aspecto de pele jovem e saudável.

3. Vitamina C

A vitamina C exerce diferentes funções biológicas na pele, incluindo a participação na síntese de colágeno, no processo de regeneração e no reparo de feridas. Em relação ao colágeno, atualmente o colágeno Verisol têm chamado atenção devido a sua eficiência. Trata-se de  um tipo especial de colágeno hidrolisado que direciona seus benefícios para a pele

No contexto do envelhecimento, um estudo constatou que um maior consumo de vitamina C está associado à menor probabilidade de rugas na pele. Isso se deve principalmente pela ação antioxidante dessa vitamina e não é à toa que a vitamina C está na lista dos melhores antioxidantes para pele.

Ao mesmo tempo, uma ingestão menor de vitamina C foi significativamente associada à prevalência de aparência enrugada e ressecamento senil, independentemente da idade, exposição ao sol, raça, estado da menopausa, uso de suplementos ou atividade física. Esses achados indicam que consumir vitamina C pode ser um recurso em potencial para pessoas que buscam formas de como melhorar a pele do rosto e preservá-la dos sinais de envelhecimento.

4. Vitamina D

Pesquisas estimam que aproximadamente 1 bilhão de pessoas em todo o mundo são deficientes em vitamina D. Essa carência global causa sérios problemas de saúde que ainda não são totalmente conhecidos, no entanto se sabe que essa vitamina tem o potencial de proteger a pele.

Estudos mostram que a vitamina D pode reduzir os danos no DNA, a inflamação e a fotocarcinogênese causadas pelos raios ultravioleta. Ao mesmo tempo, com o aumento da idade, a capacidade da pele de sintetizar essa vitamina diminui e, consequentemente, os seus efeitos protetores diminuem junto. O ponto é que o sol é um dos principais responsáveis pelo envelhecimento precoce da pele. Sendo assim, assegurar bons níveis de vitamina D é essencial para manter a pele protegida dos efeitos deletérios do sol.

5. Vitamina E

De acordo com a teoria dos radicais livres, a inflamação, peroxidação lipídica e danos ao DNA são as principais causas do envelhecimento da pele. Isso levou a medicina e a nutrição a enfatizarem os nutrientes antioxidantes na prevenção e tratamento do envelhecimento.

Nesse contexto, a vitamina E tem uma extraordinária capacidade antioxidante e por isso é essencial para prevenir o enrugamento precoce da pele. Estudos observaram uma melhora na proteção da pele contra os danos causados ​​pelo sol por meio da suplementação dietética com vitaminas E e C, comprovando que essas vitaminas são indispensáveis para rejuvenescer a pele.

6. Vitamina A

Os carotenóides derivados da vitamina A atuam como antioxidantes altamente eficazes, além de possuírem propriedades fotoprotetoras relatadas em estudos. Nesse contexto, pesquisas indicam que a vitamina A, mais especificamente os retinóides, são um recurso anti envelhecimento muito eficiente. Portanto, para aquelas pessoas que desejam saber qual a melhor vitamina para rejuvenescer a pele, é importante saber que a vitamina A é uma delas.

7. Vitamina B3

A vitamina B3 (niacina) oferece uma série de benefícios à pele. Segundo estudos, essa vitamina é bem tolerada pela pele além de proporcionar uma ampla gama de reparos na pele envelhecida, como na redução de manchas, por exemplo. Um outro estudo também encontrou que o uso prolongado de vitamina B3 oral, independentemente do tipo de pele, contribui para a renovação das células da derme tornando-a mais saudável, brilhante e hidratada.

8. Zinco

O zinco é um elemento fundamental para a proliferação e diferenciação dos queratinócitos epidérmicos da pele. Por isso, esse mineral desempenha um papel importante no processo de envelhecimento. Nesse sentido, um estudo mostrou que o uso de um suplemento oral contendo zinco, vitamina C e extrato de semente de uva, proporcionou melhorias nos sinais de envelhecimento cutâneo em homens. A melhora geral da aparência da pele foi devido a um aumento da densidade dérmica e hidratação associada à redução do pH local e aumento das fibras colágenas.

9. Selênio

O selênio não poderia ficar de fora dessa lista, pois é um mineral importante para o funcionamento adequado de muitos órgãos, incluindo a pele! Além de ser um elemento essencial para o desenvolvimento e função dos queratinócitos, o selênio protege a pele contra danos induzidos pelos raios UVB. Um estudo que avaliou os efeitos de um suplemento com selênio verificou um aumento significativo na densidade e na espessura da pele, mostrando que esse mineral pode ter um papel relevante quando o objetivo é manter uma aparência jovem por mais tempo.

10. Cromo

Como suplemento dietético, o cromo tem sido amplamente usado na prevenção do envelhecimento da pele por meio da regulação dos níveis de açúcar no sangue. Estudos expressam que tanto na forma tópica quanto na oral, o cromo combinado com outros nutrientes proporciona ótimos resultados na melhora da função da insulina. Em adição a isso, a atividade antioxidante desse mineral também oferece propriedades anti envelhecimento, uma vez que o estresse oxidativo tem um papel importante no processo de envelhecimento da pele.

Qual a melhor vitamina para rejuvenescimento

Visto que a pele é um órgão complexo e o processo de envelhecimento é bastante individual, é impossível elencar uma única vitamina para rejuvenescimento. Por isso, prover todos os nutrientes que a pele necessita e que geralmente diminuem com a idade, pode ser mais eficaz do que apostar em uma única vitamina.

Além de manter uma boa hidratação e uma alimentação com muitas frutas e verduras, contar com suplementos de vitamina para pele pode ser uma boa alternativa para conservar a pele jovem por mais tempo. Nesse contexto, diversos estudos comprovam que uma alimentação saudável ​​pode trazer benefícios adicionais à aparência da pele e, a ingestão de nutrientes por meio de suplementos anti envelhecimento é cada vez mais comum. Em se tratando dos suplementos, é importante escolher um que contenha uma combinação de vitaminas e minerais que sejam de fato vantajosos para a pele.

Se estiver em dúvida sobre qual a melhor vitamina para rejuvenescer a pele, considere os suplementos que contemplam nutrientes como metilsulfonilmetano (MSM), ácido hialurônico, vitaminas A, C, B, E e D e os minerais cromo, selênio e zinco. Essas vitaminas e compostos são usados diariamente pelo corpo humano para várias funções, incluindo a manutenção da pele.

E lembre-se: O envelhecimento da pele é inevitável, mas pode ser desacelerado por meio do aporte adequado de nutrientes específicos, hidratação, boas noites de sono e exercícios físicos regulares. A prevenção é a melhor e mais eficaz forma de combater os efeitos extrínsecos do envelhecimento cutâneo e, no final das contas, são os hábitos diários que mantêm uma pele jovem por mais tempo.

Referências

Texto escrito por Rafaela Fürst Galvão, nutricionista graduada pela Unisul (CRN-10: 11807) e publicitária graduada pela ESPM-SUL. Desenvolve projetos de comunicação e produção de conteúdo para a área da saúde desde 2016.

Você ganhou um super presente!

Olá, tudo bem? Seja bem-vindo(a) ao nosso oceano de superalimentos.

Você recebeu o convite de um amigo(a) para nutrir o seu corpo com os melhores ativos dos oceanos e da Terra.

Por isso, você ganhou R$50,00 de desconto no seu primeiro pedido.

Basta escolher os seus produtos e ver o seu desconto na etapa de pagamento. Qualquer dúvida fale com a nossa equipe através do chat.