Carregando...

Dieta bulking: saiba o melhor jeito de fazer aqui! 

Em busca do corpo dos sonhos, muitas pessoas se deparam com a estratégia do bulking, uma fase fundamental para aqueles que almejam ganhar massa muscular de maneira eficiente. A dieta bulking não se resume apenas a aumentar a ingestão calórica, mas a ter um plano nutricional estruturado, aliado a treinos intensos, para promover o crescimento muscular desejado.

Neste guia abrangente, exploraremos os fundamentos da dieta bulking, desde o que realmente significa esse termo até os alimentos essenciais, os suplementos indicados e como montar um cardápio equilibrado. Se você busca compreender os detalhes por trás do bulking e desvendar os mistérios por trás do aumento de massa magra, você está no lugar certo.

O que é dieta bulking?

O bulking, essencialmente, é uma estratégia nutricional voltada para aqueles que buscam um aumento significativo de peso, mas não de qualquer forma. Seu propósito central é impulsionar a hipertrofia muscular, promovendo um ganho de massa magra de maneira estratégica. Nessa fase, a ingestão diária de calorias é aumentada, acompanhada por uma rotina intensa de treinos voltados para o desenvolvimento muscular.

Ao contrário da ideia comum, o bulking, ou a dieta para ganhar massa muscular, não se trata apenas de consumir uma quantidade elevada de calorias, mas sim de adotar uma abordagem balanceada e inteligente. A dieta durante o bulking é composta por uma combinação cuidadosa de carboidratos complexos, proteínas de alto valor biológico e gorduras saudáveis. Esses macronutrientes desempenham um papel crucial no suporte ao crescimento muscular.

Bulking limpo vs. bulking sujo: quais as diferenças?

A estratégia do bulking, como já exploramos, tem como objetivo central o ganho de peso e a promoção da hipertrofia muscular. No entanto, é crucial compreender as nuances entre duas abordagens distintas: o bulking limpo e o bulking sujo.

Bulking limpo

Nesta abordagem, o aumento do saldo calórico provém de porções controladas de alimentos nutritivos, sendo complementado, em muitos casos, por suplementos alimentares. A ênfase recai sobre a priorização de uma alimentação saudável, excluindo alimentos ricos em açúcares, gorduras saturadas e processados.

A dieta de bulking limpo é composta por vegetais, carboidratos complexos, gorduras saudáveis e proteínas de alto valor biológico. A utilização de suplementos alimentares é comum, pois pode ser desafiador atingir as necessidades calóricas apenas através da alimentação convencional.

Bulking sujo

Por outro lado, o bulking sujo segue uma abordagem menos restritiva, priorizando o aumento rápido das calorias por meio de alimentos menos saudáveis. Nessa estratégia, são incluídos doces, pizzas, fast foods, frituras e alimentos calóricos em geral. Embora possa parecer uma opção mais prazerosa inicialmente, o bulking sujo apresenta desvantagens que podem impactar os resultados.

Em resumo, a escolha entre bulking limpo e sujo envolve considerações pessoais, preferências alimentares e objetivos específicos. Ambas as abordagens têm vantagens e desvantagens, e a decisão deve ser baseada em uma avaliação cuidadosa do estilo de vida e das metas individuais.

Principais alimentos para dieta bulking

Ao embarcar na jornada do bulking, é crucial abastecer o corpo com os nutrientes necessários para promover o ganho de peso e, consequentemente, o crescimento muscular. Aqui estão alguns dos principais alimentos recomendados para uma dieta bulking eficaz:

Carboidratos de boa qualidade:

  • batata-doce;
  • batata-salsa;
  • batata-yacon;
  • mandioca;
  • aveia;
  • germe de trigo;
  • macarrão, pão e arroz integrais;
  • sementes (chia, linhaça, gergelim);
  • legumes;
  • frutas.

Proteínas de alto valor biológico:

  • clara de ovo;
  • carne magra de gado;
  • frango;
  • peixe;
  • leite e derivados desnatados;
  • suplementos de proteína (como whey protein ou proteína vegetal).

Gorduras de boa qualidade:

  • azeite de oliva extravirgem;
  • frutas oleaginosas;
  • óleos vegetais;
  • abacate.

Esses alimentos não apenas fornecem os macronutrientes essenciais, mas também oferecem uma variedade de vitaminas e minerais fundamentais para apoiar o processo de ganho de massa muscular.

Aproveite e veja também

Suplementos para dieta bulking

A dieta bulking é uma fase crucial para o ganho de massa muscular e, além de uma alimentação balanceada, a inclusão estratégica de suplementos pode otimizar seus resultados. Aqui estão alguns dos suplementos mais indicados para potencializar a dieta bulking:

Ômega-3

O ômega 3 contribui para a saúde cardiovascular e tem propriedades anti-inflamatórias. Fonte de ácidos graxos essenciais que beneficiam o sistema nervoso e o processo de recuperação.

Creatina

Com níveis mais elevados de creatina disponíveis, os músculos têm maior capacidade de produzir energia rapidamente, o que pode resultar em melhor desempenho durante os treinos. Este efeito é fundamental em como ganhar força, pois estudos mostram que ele pode levar a um aumento da potência muscular. Consequentemente, isso contribui para melhorar a composição corporal, onde a massa de gordura pode diminuir e a massa magra aumentar.

Glutamina

Importante para a saúde do sistema imunológico. Ajuda na recuperação muscular e reduz o risco de overtraining.

Whey protein

Uma fonte de protepina de alta qualidade é essencial para o crescimento muscular, e o whey protein se mostra como uma ótima opção. Facilita o atingimento das metas diárias de proteína de maneira prática e eficaz.

Como montar uma dieta de bulking?

Montar uma dieta bulking eficaz requer atenção a diversos detalhes para garantir que você atinja seus objetivos de ganho de massa muscular de maneira saudável. Aqui estão algumas dicas valiosas para criar sua própria dieta bulking:

1. Defina suas metas calóricas

Estabeleça um superávit calórico calculado para impulsionar o ganho de peso. Ele deve ter um incremento de no máximo de 500 kcal em comparação ao seu gasto calórico diário. Para isso, considere fatores, como taxa metabólica basal e nível de atividade física.

2. Priorize fontes de nutrientes de qualidade

Escolha carboidratos complexos, proteínas magras e gorduras saudáveis. Exemplos incluem: aveia, batata-doce, frango, peixe, abacate e azeite de oliva.

3. Faça refeições balanceadas ao longo do dia

Distribua suas calorias ao longo de 5 a 6 refeições diárias. Mantenha uma proporção equilibrada de macronutrientes em cada refeição.

4. Inclua suplementos estratégicos

Considere adicionar suplementos como whey protein, creatina e ômega 3 para complementar sua dieta. Ajuste as porções de acordo com suas necessidades individuais.

5. Hidrate-se adequadamente

Beba água suficiente para manter-se hidratado. Evite bebidas calóricas vazias que possam comprometer sua ingestão nutricional.

Exemplo de cardápio para dieta bulking

Observação: As porções devem ser ajustadas conforme as necessidades individuais.

 

Refeição 1 - café da manhã:

  • aveia com coco ralado;
  • ovos inteiros;
  • ameixa preta.

Refeição 2 - lanche da manhã:

  • batata-doce;
  • peito de frango grelhado;
  • azeite de oliva extravirgem.

Refeição 3 - almoço:

  • arroz integral;
  • feijão;
  • peito de frango grelhado;
  • azeite de oliva extravirgem;
  • salada.

Refeição 4 - lanche da tarde:

  • pão integral;
  • queijo minas;
  • pasta de amendoim;
  • banana.

Refeição 5 - lanche pré-treino:

  • beterraba;
  • suco de uva integral;
  • óleo de coco;
  • macarrão integral;
  • claras de ovo.

Refeição 6 - lanche pós-treino:

  • 25g de whey protein;
  • 30g de dextrose.

Refeição 7 - jantar:

  • arroz integral;
  • peixe grelhado.

Refeição 8 - ceia:

  • peito de frango grelhado;
  • batata-doce;
  • azeite de oliva extravirgem;
  • salada.

Lembre-se de adaptar este cardápio às suas preferências, tolerâncias alimentares e necessidades específicas. A orientação de um nutricionista é essencial para ajustar as porções de acordo com seus objetivos e características individuais.

Conteúdo escrito pela nutricionista Suelen Santos da Costa, CRN10 7816. Suelen é graduada pela Universidade Federal de Pelotas e possui Pós-Graduação em Nutrição Clínica Funcional pela VP Centro de Nutrição Funcional.

Você ganhou um super presente!

Olá, tudo bem? Seja bem-vindo(a) ao nosso oceano de superalimentos.

Você recebeu o convite de um amigo(a) para nutrir o seu corpo com os melhores ativos dos oceanos e da Terra.

Por isso, você ganhou R$50,00 de desconto no seu primeiro pedido.

Basta escolher os seus produtos e ver o seu desconto na etapa de pagamento. Qualquer dúvida fale com a nossa equipe através do chat.