Carregando...

Como fortalecer o cabelo de dentro para fora

Ter cabelos fortes, saudáveis e deslumbrantes é o desejo de muitos, afinal, nosso cabelo é um elemento importante da nossa identidade e autoestima. No entanto, problemas como cabelos ralos, frágeis ou com queda podem afetar nossa confiança e bem-estar capilar. É importante compreender que a força do cabelo não está apenas relacionada à sua aparência, mas também à sua saúde.

A primeira atitude quando esses sinais aparecem é descobrir a causa do enfraquecimento e depois escolher o recurso terapêutico mais apropriado. No entanto, o que poucos sabem é que é possível prevenir ou amenizar essa situação se o cabelo estiver forte como utilizando gomas cabelo, pele e unha fazendo um equilibrio hormonal entre outros. 

Neste artigo, exploraremos um guia abrangente sobre como fortalecer o cabelo, oferecendo dicas e soluções naturais para revitalizar seus fios. Desde a identificação dos sinais de cabelo fraco até a incorporação de alimentos ricos em nutrientes essenciais, abordaremos estratégias práticas para melhorar a saúde e a vitalidade do seu cabelo. Entretanto, lembre-se de que, em casos mais graves ou específicos, é fundamental buscar orientação de um dermatologista ou nutricionista para obter soluções personalizadas para as suas necessidades capilares de como fortalecer o cabelo.

Principais causas do cabelo fraco

O cabelo, um dos elementos mais visíveis da nossa aparência, pode revelar muito sobre nossa saúde geral. Quando os fios começam a mostrar sinais de fraqueza e queda, é essencial entender as principais causas por trás desse problema. Confira as  principais razões que podem levar ao cabelo fraco:

  • estilo excessivo: penteados apertados, uso frequente de tranças e extensões capilares podem estressar os fios, enfraquecendo-os. Além disso, tratamentos químicos, como tingimento e alisamento, danificam a cutícula do cabelo, tornando-o mais frágil;
  • desequilíbrio hormonal: problemas hormonais, como hipertireoidismo e hipotireoidismo, podem causar fraqueza no cabelo, assim como a Síndrome dos Ovários Policísticos (SOP);
  • dieta inadequada: uma alimentação deficiente em nutrientes essenciais, como vitamina A, D, E, ferro, zinco, biotina e proteínas, pode resultar em cabelos fracos;
  • doenças subjacentes: problemas de saúde, como pneumonia, podem prolongar a fase de repouso do cabelo, levando à fraqueza e queda;
  • genética: a alopecia androgenética, um tipo de calvície, tem causas genéticas. Ela afeta homens na região frontal e da coroa, enquanto nas mulheres, é mais comum no centro do couro cabeludo;
  • síndrome metabólica: essa síndrome, que inclui diabetes, hipertensão e obesidade, pode afetar a circulação sanguínea no couro cabeludo, prejudicando a nutrição dos fios;
  • hábito de fumar: substâncias tóxicas do cigarro enfraquecem o cabelo e afetam os vasos sanguíneos do couro cabeludo;
  • anemia: a deficiência de ferro pode levar à queda de cabelo devido à redução da concentração de hemoglobina no sangue;
  • problemas intestinais: doenças intestinais inflamatórias, como a Doença de Crohn, podem afetar a absorção de nutrientes e causar queda de cabelo;
  • doença renal crônica: distúrbios renais podem limitar a ingestão alimentar, levando à fraqueza capilar devido a restrições na dieta;
  • sífilis: essa infecção sexualmente transmissível, embora menos comum, pode causar queda de cabelo;
  • micose: fungos no couro cabeludo podem levar à descamação, enfraquecimento e queda dos fios, especialmente em pessoas com sistema imunológico comprometido;
  • disfunções da tireoide: tanto o hipertireoidismo quanto o hipotireoidismo podem afetar o desenvolvimento e a saúde dos cabelos;
  • Covid-19: alguns pacientes podem experimentar queda de cabelo após a Covid-19, geralmente associada à alopecia areata ou ao eflúvio telógeno;
  • estresse crônico: o estresse persistente e os desequilíbrios hormonais relacionados podem prejudicar a saúde capilar;
  • doenças autoimunes: condições autoimunes podem causar inflamação no couro cabeludo e contribuir para a queda de cabelo.

Entender essas causas é o primeiro passo para encontrar a melhor abordagem de tratamento para o fortalecimento de cabelo e assim obter fios mais saudáveis e fortes.

Sinais de que o cabelo está fraco

Você tem dúvidas de como saber se o cabelo está forte ou fraco? Pois bem, os sinais reveladores de cabelos fracos incluem um aumento perceptível na quebra dos fios, a presença de pontas dupla, a falta de brilho natural, a aspereza e o emaranhamento fácil. Além disso, a finura excessiva dos fios também é um indicador de cabelos fracos que precisam de cuidados extras.

Principais vitaminas para fortalecer o cabelo

Para manter um cabelo saudável e forte, é essencial garantir a ingestão adequada de nutrientes e vitamina para fortalecer o cabelo. Uma dieta equilibrada desempenha um papel crucial nesse processo, fornecendo os elementos necessários para o crescimento e a vitalidade dos fios.

Proteínas, aminoácidos e enxofre desempenham um papel fundamental na formação da queratina, a proteína principal do cabelo. Fontes, como carne, peixe e ovos fornecem esses nutrientes. O ferro, encontrado em alimentos, como carne vermelha, aves, peixes e leguminosas, é essencial para a oxigenação das raízes capilares e o crescimento saudável dos cabelos.

O zinco, presente em frutos do mar, carnes vermelhas, peixes e grãos, também é crucial para a saúde capilar. Ácidos graxos essenciais, como ômega-3 e ômega-6, encontrados em alimentos como óleo de milho, amendoim, peixes e nozes, desempenham um papel importante na manutenção do cabelo Vitaminas do complexo B, incluindo a biotina (vitamina B7 ou H), estimulam a produção de queratina e fortalecem os cabelos. 

Portanto, uma das principais dicas de como fortalecer o cabelo é manter uma dieta equilibrada que inclua nutrientes e vitaminas para fortalecer o cabelo, que são essenciais para que os fios fiquem saudáveis, fortes e bonitos.

Aproveite e veja também

15 maneiras de como fortalecer o cabelo de dentro para fora

Descubra como a sua dieta, estilo de vida e escolhas diárias podem fazer toda a diferença na saúde e beleza dos seus fios:

1. Coma proteínas todos os dias

Cabelos fortes e saudáveis precisam de proteínas! Existem dois tipos de proteínas presentes no fio de cabelo: a queratina (no comprimento do fio) e o colágeno (no revestimento interno). Ambas são formadas por aminoácidos que precisam ser providos por meio da alimentação. Seja por alimentos ou suplementos proteicos, garantir o aporte desse macronutriente é um fator chave de como fortalecer os cabelos. 

Desse modo, não é sem razão que estudos indicam que a deficiência de proteínas pode levar ao enfraquecimento dos fios e queda de cabelo.

2. Gerencie o estresse

O estresse pode ser um gatilho ambiental potente para desencadear a queda de cabelo, em especial a alopecia areata que têm causas multifatoriais. Nesse sentido, numerosos estudos relatam que a queda de cabelo súbita pode ser causada por um intenso estresse fisiológico ou emocional. Isso acontece porque o cortisol, conhecido como o hormônio do estresse, afeta a função e a regulação cíclica do folículo piloso. 

Portanto, um indivíduo que está constantemente com o cortisol alto pode experimentar o enfraquecimento e queda dos fios. Isso significa que gerenciar o estresse pode ser uma importante forma de como fortalecer cabelos finos e fracos.

3. Regule seus hormônios

Alterações hormonais são frequentemente associadas ao afinamento, enfraquecimento e queda dos fios. Estudos mostram que há diversos distúrbios hormonais que podem desencadear a perda e afinamento do cabelo como por exemplo: a SOP (Síndrome dos Ovários Policísticos), distúrbios da tireóide, alopecia androgenética (níveis mais elevados de alguns hormônios masculinos), a queda de estrogênio na menopausa, entre outros. 

Por isso, manter os hormônios regulados e funcionando adequadamente é uma forma de evitar o afinamento e queda dos fios.

4. Fuja de dietas restritivas

É bastante comum que dietas muito restritas resultem em deficiências nutricionais que ocasionam cabelos fracos. A deficiência nutricional pode afetar tanto a estrutura do cabelo quanto o crescimento dos fios. Conforme relatado em estudos, a perda repentina de peso, diminuição de ingestão de proteínas e até mesmo a insuficiência de certas vitaminas do complexo B podem afetar negativamente o crescimento dos cabelos e a saúde geral dos fios. 

Portanto, para quem deseja saber como fortalecer cabelos finos e fracos, seguir dietas muito restritivas não é uma boa ideia.

5. Dê um descanso aos fios

Usar penteados muito apertados, prender o cabelo todos os dias em coque, rabo de cavalo ou tranças pode enfraquecer os fios fazendo-os quebrar mais facilmente. O uso frequente de secador de cabelo e babyliss, bem como processos químicos como descoloração e escova progressiva também ameaçam a integridade dos fios. 

Por isso, para o fortalecimento de cabelo é fundamental dar um descanso aos fios periodicamente, poupando o cabelo de todas essas agressões.

6. Considere reforçar biotina (vitamina B7)

A biotina é uma vitamina do complexo B que tem grande importância para a saúde dos cabelos, pois está envolvida na síntese de queratina (a proteína que constitui 95% do fio). A queratina é justamente a proteína que dá estrutura e força aos fios de cabelo, portanto a sua síntese é essencial para manter o cabelo saudável e forte. Não à toa, alguns estudos indicam que a deficiência de vitamina B7 pode contribuir para a perda de cabelo e, por isso, pessoas com insuficiência de biotina podem se beneficiar da complementação desse micronutriente.

7. Reforce a vitamina D

O ciclo normal do folículo piloso depende de diversos micronutrientes e, a vitamina D tem um papel especial nesse processo. Os queratinócitos (células que sintetizam a queratina) possuem numerosos receptores para essa vitamina em sua membrana.

Alguns estudos sobre a vitamina D também revelam que essa vitamina pode estar envolvida na patogênese da alopecia areata em função dos seus efeitos imunomoduladores. Dada a importância que a vitamina D tem para a saúde geral e para o cabelo, um ponto que merece atenção é que, segundo pesquisas, a carência dessa vitamina é a mais prevalente no mundo inteiro.

8. Inclua fontes de vitamina C na dieta

O estresse oxidativo tem sido associado à perda de cabelo em alguns estudos e, isso indica que consumir nutrientes antioxidantes pode ser importante para a saúde do cabelo. Entre os diversos micronutrientes com ação antioxidante, a vitamina C é um que se destaca! 

Além disso, estudos mostram que essa vitamina também está envolvida na síntese de fibras de colágeno, que é uma proteína importante para estrutura dos fios de cabelo.

9. Coma alimentos fonte de zinco

O zinco é um mineral requerido por centenas de enzimas do corpo, além de ser um elemento crucial para a manutenção da homeostase. Segundo estudos, a insuficiência de zinco pode resultar em diversos problemas, incluindo a queda de cabelo, afinamento e fragilidade dos fios. No contexto da perda de cabelo, um estudo apresentou reversão da queda de cabelo após suplementação oral desse mineral em pacientes com eflúvio telógeno e deficiência de zinco. Portanto incluir mais fontes de zinco no dia a dia pode ser uma forma de como fortalecer o cabelo.

10. Reforce o consumo de vitamina E

Pesquisas têm mostrado uma importante associação entre estresse oxidativo e a queda de cabelo (alopecia) e, junto com isso, indivíduos com alopecia geralmente apresentam níveis mais baixos de antioxidantes na área do couro cabeludo. Na lista de nutrientes com potenciais antioxidantes, a vitamina E demonstra ser eficiente quando o objetivo é fortalecer o cabelo. 

Um estudo mostrou um aumento significativo do número de fios em voluntários que sofriam com queda de cabelo, indicando que essa vitamina pode contribuir para a saúde e fortalecimento de cabelo.

11. Inclua fontes de vitamina A na dieta

Para manter o cabelo e a pele saudáveis, o organismo precisa da presença de vitamina A. Essa vitamina afeta a pele e o cabelo de maneira dose-dependente, pois pouca vitamina A, bem como muita vitamina A, podem causar efeitos deletérios. Estudos revelam que a deficiência de vitamina A pode motivar um crescimento mais lento dos fios de cabelo, além de interferir na capacidade imunológica. Portanto, manter um consumo adequado dessa vitamina pode ser a resposta de como fortalecer os cabelos.

12. Reforce o consumo de fontes de selênio

O selênio é um oligoelemento essencial para a produção de mais de 35 proteínas do corpo e, por essa razão, esse mineral tem um importante papel no desenvolvimento do folículo piloso. O selênio atua também como um potente antioxidante que contribui para imunidade e, por isso, é um elemento chave no desenvolvimento da alopecia areata. No cenário desse tipo de alopecia, estudos encontraram níveis séricos de selênio abaixo dos valores de referência, sinalizando que a deficiência desse mineral pode ser um dos fatores que contribuem para a doença.

13. Inclua fontes de vitamina B5 no prato

Estudos sugerem que a vitamina B5 pode influenciar positivamente na extensão da fase anágena, que é a fase em que o fio de cabelo está em crescimento. O precursor dessa vitamina, o D-pantenol, é o elemento responsável por estimular a viabilidade celular e alongar a fase anágena nos folículos capilares. Esse efeito pode ser bastante relevante para indivíduos que sofrem com queda de cabelo ou que observam um crescimento muito lento dos fios.

14. Considere o MSM (metilsulfonilmetano)

Poucas pessoas sabem da importância que o enxofre orgânico, ou metilsulfonilmetano, tem para o cabelo. Esse elemento pode ser encontrado em algumas plantas, no leite de vaca e em alguns suplementos vitamínicos. De acordo com estudos, o MSM pode contribuir formando ligações que fortalecem a queratina do cabelo, atuando também no crescimento dos fios. 

Estudos indicam que o suplemento de metilsulfonilmetano pode ser muito eficiente, pois é rapidamente absorvido e utilizado pelo organismo.

15. Conte com uma boa vitamina para cabelo, pele e unha

Com tantos micronutrientes importantes para manter a saúde dos fios, como saber qual a melhor vitamina para queda de cabelo? Contar com uma vitamina completa que contenha os nutrientes que são comprovadamente eficazes para os fios é fundamental! Há no mercado vitamina para cabelo e unha que contam com nutrientes que podem fortalecer o cabelo de dentro para fora, na medida certa e com a praticidade que todos buscam.

Tratamentos caseiros para fortalecer os fios

Além de manter uma dieta equilibrada, existem tratamentos caseiros que podem ser eficazes para fortalecer os fios capilares e melhorar a saúde do cabelo. Máscaras capilares feitas com ingredientes, como abacate, iogurte e mel podem ser uma excelente opção para nutrir o cabelo e melhorar sua saúde. Essas máscaras podem ser aplicadas regularmente como parte de um regime de cuidados com o cabelo.

No entanto, é importante lembrar que a eficácia desses tratamentos pode variar de pessoa para pessoa, e os resultados podem não ser imediatos. Além disso, é essencial manter uma rotina de cuidados com o cabelo que inclua o uso de shampoos e produtos adequados para o fortalecimento dos fios. Consultar um dermatologista ou até mesmo um cabeleireiro pode ajudar a identificar tratamentos caseiros adequados às necessidades individuais.

Quando buscar ajuda profissional?

Buscar ajuda profissional é fundamental quando se enfrentam problemas capilares que vão além do que pode ser tratado com cuidados caseiros. Alguns sinais de alerta indicam a necessidade de consultar um profissional especializado, como um tricologista ou dermatologista:

  • queda excessiva de cabelo;
  • sinais de calvície;;
  • irritações persistentes no couro cabeludo;
  • alterações na textura ou cor do cabelo;
  • perda súbita de cabelo em placas (alopecia areata);
  • presença de saúde subjacentes, como distúrbios da tireoide, doenças autoimunes ou desequilíbrios hormonais.

Referências

Conteúdo escrito por Rafaela Galvão, nutricionista graduada pela Unisul e publicitária graduada pela ESPM-SUL. Desenvolve projetos de comunicação e produção de conteúdo para a área da saúde desde 2016.

Você ganhou um super presente!

Olá, tudo bem? Seja bem-vindo(a) ao nosso oceano de superalimentos.

Você recebeu o convite de um amigo(a) para nutrir o seu corpo com os melhores ativos dos oceanos e da Terra.

Por isso, você ganhou R$50,00 de desconto no seu primeiro pedido.

Basta escolher os seus produtos e ver o seu desconto na etapa de pagamento. Qualquer dúvida fale com a nossa equipe através do chat.